GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Estado manterá HCamp de Goiânia após platô da pandemia

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 18 de outubro de 2020
“O Hcamp de Goiânia tem uma estrutura mais adequada para isso e a equipe está com um manejo bom sobre o número de casos na unidade”, define o secretário, Ismael Alexandrino| Foto: Reprodução

Depois de cumprir a criação de 1100 novos leitos para atendimento de pacientes com covid-19, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) planeja manter atividades dedicadas à pandemia apenas no Hospital do Servidor Público, em Goiânia, como Hospital de Campanha (Hcamp). Segundo o secretário, Ismael Alexandrino, o estado precisará de uma “base covid” após o platô da doença e que outros hospitais de referência no estado deverão voltar às atividades anteriores, com a transferência dos pacientes. “O Hcamp de Goiânia tem uma estrutura mais adequada para isso e a equipe está com um manejo bom sobre o número de casos na unidade”, define. Sobre a demanda de estrutura, o secretário aponta que o estado não se aproxima do colapso, em que leitos são insuficientes para a quantidade de pacientes, e que “a tendência é que não precisemos de mais neste platô pelas próximas semanas”.

Insatisfação

Auditores fiscais realizaram reunião para debater a situação da categoria na Secretaria de Economia e concluíram com mais reclamações sobre “indiferença, desprestígio e sucateamento” do Fisco na pasta.

Representatividade

O encontro virtual foi realizado pelo Sindifisco-GO e contou com 30 auditores, entre delegados e gerentes da Receita Estadual. O sindicato mantém críticas a suposto “desmonte” da gestão fazendária na Receita Estadual.

Divisão

A secretária, Cristiane Schmidt, tem trabalhado para aumentar a eficiência da arrecadação e anunciou que só responderá às reclamações enviadas por ofício.

Que fique!

Depois de críticas frequentes a Paulo Guedes, o deputado federal José Nelto (Podemos) passou a defender a continuidade do ministro da Economia no cargo. Ao estilo: ruim com ele, pior sem ele.

Às reformas

“Sempre critiquei o ministro Guedes, mas não é bom para o Brasil sua possível queda, como noticiado na mídia”, tuitou Nelto. “É hora de fortalecê-lo e fazer as reformas tributária e administrativa”, avalia o deputado.

Corte afastada

O ministro Luiz Fux sinaliza que buscará distanciar o STF do envolvimento político e focar em pautas relacionadas diretamente aos processos em análise na corte. Ele assume mandato de dois anos no a partir de setembro.

Da água ao vinho

O governador Ronaldo Caiado (DEM) visitou obras de energização de assentamentos em Formosa e afirmou que a multinacional italiana Enel “se transformou”.

Como é?

“No início do meu governo, houve uma diferença entre as ações de governo e a oferta por parte da Enel, mas hoje, com um ano e meio de governo, eu reconheço que a direção mudou totalmente a maneira de atender as demandas”, avalia Caiado.

CURTAS

- Como antecipado aqui, o governo passou a descartar a saída da distribuidora em avaliação do contrato prevista para setembro.

- O vice-governador Lincoln Tejota e o senador Luiz do Carmo realizam live conjunta sobre o pós-pandemia em Goiás.

- O encontro também abordará articulações e possibilidade para a eleição deste. Será às 19h nos perfis de ambos no instagram.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar