18 de julho de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Rubens Salomão
06/04/2018 | 06h00
PTB retoma exigência por vaga na chapa majoritária da base
Para o presidente da sigla, deputado federal Jovair Arantes, Demóstenes é forte para a disputa ao Senado, mesmo depois da divulgação das conversas dele com Carlinhos Cachoeira

A elegibilidade do ex-senador Demóstenes Torres (PTB), liberada por liminar do Supremo Tribunal Federal, reforça a exigência do partido por uma vaga na chapa majoritária na base de apoio à pré-candidatura do vice-governador José Eliton (PSDB). Para o presidente da sigla, deputado federal Jovair Arantes, Demóstenes é forte para a disputa ao Senado, mesmo depois da divulgação das conversas dele com Carlinhos Cachoeira. “Demóstenes tem um patrimônio eleitoral muito grande no estado de Goiás, livre de todas as acusações. Ele foi inocentado de todas as denúncias e o STF deu total liberdade para que ele seja candidato”, afirma o líder da bancada goiana no Congresso. Sobre a formação chapa, Jovair reafirma: “Não abrimos mão e isso já está colocado para o governador Marconi Perillo e com o vice José Eliton. O PTB vai participar da chapa majoritária, seja na senatoria ou para vice-governador”, aponta. A elegibilidade Demóstenes ainda terá o mérito analisado pelo STF e a Procuradoria-Geral da República se manifestou contra a liberação.

Operação

O deputado ainda respondeu à Xadrez sobre a investigação sobre suposto pagamento de propina de R$ 4 milhões a ele por um empresário e dois lobistas, em troca de registro de sindicato junto ao Ministério do Trabalho. “Aquilo é ridículo”.

Alegações

“A investigação não tem qualquer materialidade. É apenas uma briga de sindicatos e deixo claro que a razão é muito clara: o PTB fez uma reforma trabalhista que atingiu em cheio muitos interesses de sindicatos”, afirma Jovair.

“Não darei trabalho ao governo”

Depois de não eleger deputados estaduais em 2014, o DEM chega ao fim da atual legislatura com bancada considerável, formada por pelo menos três parlamentares que decidiram usar a janela partidária para confirmar apoio à pré-candidatura do senador Ronaldo Caiado ao governo. A saída de Dr. Antônio do PR já era certa e, nesta semana, foi confirmada a mudança de Iso Moreira, que deixou o PSDB com insatisfações incorrigíveis, principalmente com o fogo amigo na pré-campanha na região nordeste, principalmente na cidade de Posse. Os Democratas ainda serão reforçados com a filiação hoje, em Itumbiara, do deputado Álvaro Guimarães, que deixa o PR. “Continuo na presidência da CCJ e da Comissão Mista na Assembleia e não darei trabalho ao governo. Vou continuar votando com o que for importante, mas vou dançar conforme a música que for tocada pelo palácio”, afirma Álvaro, em referência à possibilidade de receber ataques do governo por conta da mudança. José Nelto (MDB) anuncia às 10h se vai para o DEM ou para o Podemos.

CURTAS

Justa homenagem - A Biblioteca do Centro Cultural Oscar Niemeyer foi batizada ontem em solenidade que homenageou o jornalista Isanulfo de Abreu Cordeiro.

Água - A Prefeitura de Aparecida e a Saneago realizam às 11h, no auditório da Aciag, inauguração da primeira etapa da ampliação do Sistema Produtor Alto Paraíso.

Herança - O ministro do TCU, Benjamim Zymler, disse no TCE que, a partir de 2019, a União enfrentará “sérias dificuldades” para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em aberto

Três deputados estaduais ainda analisam filiação antes do fim da janela. Humberto Aidar (PT) está próximo do MDB; Cláudio Meirelles (PR) considera PSB ou PDT, depois de ser recusado no PTB, e Diego Sorgatto (PSB), que também flerta com o PDT.

Educação

Depois de negociar com a prefeitura e descartar possibilidade de greve, o Sintego realiza, às 9h, em frente à Assembleia Legislativa, a primeira assembleia de 2018 dos servidores da rede estadual da Educação. 

Debate

A pauta de discussões inclui questões como o pagamento do Piso Salarial, Data-base, as progressões de carreira, concursos públicos, eleições de diretores nas unidades entre outras demandas da categoria.

Solidão

O PT em Goiás descartou de vez a possibilidade de aliança com MDB e ainda busca conversa com os partidos de esquerda – PcdoB, PSB e PDT, que estão mais próximos da base governista. Já o Psol terá candidatura própria. Ou seja: conversa sozinho.

Insistência

“O presidente Lula pode ser candidato mesmo preso e, além disso, quem define se ele poderá ou não disputar não é o STF. É a Justiça Eleitoral”. Do deputado federal Rubens Otoni (PT).

Presença constante

Mais uma vez, o ministro Alexandre Baldy (PP) cumpre agenda hoje em Goiânia. Desta vez, para evento de apresentação do INSS Digital, às 10 horas no auditório da Caixa Econômica Federal, no Centro.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208