15 de novembro de 2018 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Rubens Salomão
19/05/2018 | 06h00
Lúcia Vânia afirma que resultados em pesquisas são resposta
Para ela, o resultado de liderança, ao lado do ex-governador Marconi Perillo (PSDB), nas pesquisas Serpes e Grupom, mostra o que deve ser considerado depois do tempo de vida pública e dos serviços pre

A senadora Lúcia Vânia (PSB) reafirmou à Xadrez que não realiza pré-campanha e muito menos percebe disputa na base aliada em busca da vaga na chapa majoritária, em referência ao pré-candidato ao Senado, Demóstenes Torres (PTB). Para ela, o resultado de liderança, ao lado do ex-governador Marconi Perillo (PSDB), nas pesquisas Serpes e Grupom, mostra o que deve ser considerado depois do tempo de vida pública e dos serviços prestados. “Eu vejo as pesquisas como uma resposta, um apoio ao trabalho que venho executando no Senado ao longo desses oito anos. Já disse várias vezes que não estou disputando com ninguém”, define. Lúcia prioriza a presença em todas as votações, nas comissões e agendas em Brasília. “Cumpro em Goiânia uma agenda mais política, com presença junto às lideranças, mas deixo claro que não estou fazendo pré-campanha e só serei candidata se, lá na frente, 45 dias antes das eleições, meu nome colaborar para o fortalecimento da chapa. Caso contrário, vou exercer meu mandato até o final”, afirma Lúcia em entrevista à Coluna.

Avaliação

Depois de afirmar aqui que o desempenho de José Eliton (PSDB) à frente do governo será fundamental para a consolidação da candidatura do tucano à reeleição, a senadora considera que os primeiros dias foram “muito positivos”.

Outra parte

Lúcia elogia os resultados nas áreas de Segurança, Saúde e Educação, mas prefere ainda não avaliar o saldo que restará par Eliton na campanha. “Aí já depende da análise do eleitor no momento da eleição. Não dá pra antecipar”.

Temer elogia Meirelles

Em um discurso que durou menos de dois minutos, na cidade de Patos de Minas, em Minas Gerais, o presidente Michel Temer aproveitou para enaltecer o seu ex-ministro da Fazenda e potencial candidato do MDB ao Palácio do Planalto nessas eleições, Henrique Meirelles. Temer disse que era uma “emoção extraordinária” participar de um evento que vem ajudando a alavancar o setor de empregos, que é o da construção civil - o programa Minha Casa, Minha Vida. Ele elogiou a política econômica de sua gestão, capitaneada até pouco tempo pelo anapolino Henrique Meirelles, citado nominalmente por Temer no breve discurso. Depois, o presidente seguiu para São Paulo, onde participou do seminário “Inovação: a Indústria do Futuro”, organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Revista Exame. A agenda política e econômica foi finalizada com reunião com a presença do presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, e o ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, entre outras autoridades da área no governo.

CURTAS

Fora – Depois de elogiar o principal pré-candidato da base do governo, Temer deve anunciar a desistência da reeleição na próxima terça-feira (22).

Insistência – Demóstenes Torres (PTB) voltou a defender a disputa interna por uma das vagas ao Senado na chapa da base governista. Pede realização de “prévias”.

Nova unidade – José Eliton e a presidente de honra da OVG, Fabrine Müller, inauguram neste domingo a 13ª unidade do Restaurante Cidadão, em Jaraguá.

Mais ainda

Depois do encerramento da CEI da Saúde, vereadores pediram a criação de uma Comissão Especial Temporária sobre o assunto. Se aprovada, será formada pelos mesmos membros para manter pressão sobre o Paço Municipal.

Balanço

A CEI foi criada em outubro e durou por seis meses – prazo máximo para a investigação. A nova comissão, também temporária, teria objetivo de fiscalizar e propor leis para a área da saúde, em continuidade ao trabalho já realizado.

Milicos

O pré-candidato ao governo pelo MDB, deputado federal Daniel Vilela, teve reunião com a União dos Militares do Estado de Goiás (Unimil) e reforçou compromisso de igualar os salários dos policiais que hoje recebem apenas R$ 1,5 mil.

Promessa

A proposta de reajustar os vencimentos para aproximadamente R$ 4 mil, que abrange todas as forças policiais, foi elogiada pela associação. O governo alega que nenhum militar recebe hoje apenas o salário base, depois de aumentos e auxílio alimentação.

Determinação legal

A Defensoria Pública em conjunto com o Fórum das Transexuais de Goiás, além da ASTRAL-GO e OAB-GO protocolaram ofício na Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça em que cobram  a aplicação imediata de decisão do STF.

Obrigação

A decisão garante o direito à substituição de prenome e sexo diretamente no registro civil e permite alteração diretamente no cartório, mesmo sem realização da cirurgia de redesignação de sexo, e sem necessidade de processo judicial.

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208