15 de dezembro de 2018 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Coluna
Xadrez
Rubens Salomão
Família
21/09/2018 | 06h00
Maguito garante empenho pessoal na campanha de Daniel Vilela
A presença do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, no entanto, sempre foi marcada pela discrição, ao menos até a última semana

O ex-governador Maguito Vilela (MDB) garante que tem se empenhado na campanha do filho, deputado federal Daniel Vilela, na disputa pelo governo do estado. A presença do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, no entanto, sempre foi marcada pela discrição, ao menos até a última semana, quando o próprio postou nas redes sociais um vídeo em que atacava o adversário Ronaldo Caiado (DEM), durante discurso em evento em Aparecida. Maguito evitava atrapalhar o protagonismo de Daniel na campanha, mas confirma que não deixou de trabalhar pela vitória emedebista. “Estou presente desde o primeiro dia e já fiz 60 cidades no estado, com quatro a cinco por dias. A questão é que a gente divulga pouco, até por uma questão de estratégia mesmo”, admite. “Daniel cresce muito agora nesta reta final, vai para o segundo turno, e aí vai ser outra eleição”, acredita Maguito, faltando 16 dias para a votação, no dia 7 de outubro. “Agora é que o povo goiano está realmente sintonizado nas eleições”, afirmou à Sagres 730.

Dificuldade geral

Maguito confirma a dificuldade de busca por recursos nesta campanha, citando diretamente as reclamações da candidata Iris de Araújo (MDB). “Na realidade falta recurso para todo mundo e o fundo tem as regras para distribuição”, considera.

Crítica mantida

Sobre Caiado, o ex-governador volta a fazer o chama de “crítica verdadeira” contra o senador Ronaldo Caiado (DEM). “Quem é que desconhece que o Caiado esteve nesse governo por 16 anos? E qual a obra que ele trouxe? É a pura verdade”.

Novo foco

Com dificuldades em desidratar a candidatura de Fernando Haddad (PT), que tem crescido nas pesquisas eleitorais, o candidato do PDT à sucessão presidencial, Ciro Gomes, mudou sua estratégia eleitoral e agora priorizará os eleitores do campo de centro. Considerado a principal segunda opção na disputa deste ano, como mostrou pesquisa Datafolha, ele moldará o discurso público para tentar se viabilizar como a “terceira via” e avançar sobre aqueles que hoje declaram intenção de votar em Geraldo Alckmin (PSDB) ou Marina Silva (Rede). A ideia é se apresentar como um candidato moderado e que poderá evitar um segundo turno entre os dois polos radicais desta campanha eleitoral: PT e PSL. Para isso, ele reforçará propostas nas áreas de saúde e educação, que possuem mais apelo entre o eleitorado de centro. “A estratégia é não ser nem coxinha nem mortadela, mas ser rapadura: duro, porém doce”, resumiu o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Inicialmente, com a entrada de Haddad, o objetivo de Ciro era tentar herdar as intenções de voto de Lula.

CURTAS

Reduto tucano – Para executar a nova estratégia, Ciro dedicará as duas últimas semanas a caminhadas e encontros na Região Sudeste

À decisão – Além de ser a região em que Alckmin tem seu melhor desempenho no país, o Sudeste representa também o maior percentual de indecisos.

Devolução – Todos os candidatos julgados inelegíveis pela Justiça Eleitoral terão de devolver os recursos públicos usados na campanha deste ano. 

Religião e política

A Arquidiocese de Goiânia divulgou comunicado em que proibe o envolvimento de padres com campanha eleitoral. “Não é compatível com o ministério sacerdotal o envolvimento político partidário”, diz o texto.

Orientação

A orientação é assinada pelo asrcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz. “É absolutamente proibido fazer campanha eleitoral para qualquer candidato e, quem o fizer, receberá a devida pena canônica”, completa o comunicado. 

Carta Magna

A OAB-GO realiza o congresso 30 anos de Constituição: Retrospectiva e Perspectivas, nos dias 24 e 25 de setembro, no Auditório Eli Alves Forte. O objetivo é estabelecer ligação entre pontos teóricos e concretos do Direito Constitucional.

Parceria

O evento é realizado conjuntamente pela Escola Superior de Advocacia (ESA-GO), CASAG, Comissão de Direito Constitucional e Legislação (CDCL) da OAB-GO e Instituto Goiano de Direito Constitucional (IGDC). Tem ainda apoio da Faculdade ESUP. 

Para tudo

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu, por medida cautelar, edital do Detran, que tinha sessão estava marcada para a próxima terça-feira (25). A licitação contrataria empresa para fabricação de placas veiculares.

Processo

O serviço incluiria com estampagem e distribuição de placas em todo o Estado de Goiás, pelo período de 30 meses. O TCE já havia adotado cautelar em 12 de janeiro, que suspendeu concorrência pública com objeto similar. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)
Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/maislidas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 167 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/blogs.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 202 Warning: file_get_contents(/var/www/html/portal/public/json/colunas.json): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/portal/application/controllers/ColunaController.php on line 208