15 de setembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Relação com deputados ainda depende de cargos e emendas

Publicado por: Rubens Salomão / Postado em 15 de setembro de 2019
O grupo de independentes, comandado principalmente por Lissauer Vieira (PSB), Karlos Cabral (PDT) e Humberto Aidar (MDB), tem definido posicionamentos firmes no que chamam de “autonomia”.

A realização de reuniões do governador Ronaldo Caiado (DEM) com deputados estaduais da base às segundas-feiras ajuda, mas está longe de resolver o litígio velado entre aliados e Palácio das Esmeraldas. O grupo de independentes, comandado principalmente por Lissauer Vieira (PSB), Karlos Cabral (PDT) e Humberto Aidar (MDB), tem definido posicionamentos firmes no que chamam de “autonomia”. Em meio a isso, parlamentares mantêm agora as principais demandas do primeiro semestre: “Não participei de nenhuma reunião ainda. Para ser bem transparente, a relação só vai melhorar quando o que foi acordado com os deputados for cumprido. Tem duas reclamações que são cristalinas. É que deputado não tem coragem de expor. Primeiro, a questão dos cargos no interior. Com a divisão feita, a maioria dos deputados não foi atendida. A outra questão são as emendas impositivas”, conta Aidar.

Sinceridade

O presidente Lissauer Vieira também afirma não ter ido a nenhuma das reuniões individuais realizadas pelo governador com deputados e confirma que as duas pautas são as atuais prioridades dos caiadistas.

Acordo inevitável

Com alegado acordo entre Alego e governo, foi derrubado o veto de Caiado às emendas impositivas, por unanimidade de 31 votos. A questão é que, se não houvesse acordo, a derrubada ocorreria da mesma forma.

Meio termo

Já o remanejamento de verbas extraordinárias pelo executivo terá alteração na LOA, com liberdade apenas para 30% dos recursos. Para o resto, será necessária aprovação pela Alego.

Tensão

A relação segue tensa entre Executivo e Legislativo também por conta do debate sobre o duodécimo da Casa. Deputados derrubaram veto e mantiveram verba de R$ 150 milhões para 2020.

Nova conta

Na prática, Lissauer considera valores entre R$ 90 e R$ 100 milhões é que serão efetivamente confirmados na Lei Orçamentária Anual. “Desde que tenhamos a garantia do cumprimento pelo governo”, considera.

Categoria

O Conselho Regional de Contabilidade realiza até sábado a XIII Convenção de Contabilidade de Goiás; maior evento contábil do Centro-Oeste, no Oliveira’s Place. O tema é “Profissional Contábil x Tecnologia: Qual o futuro desta relação?”.

Debate

Também estarão em pauta outros assuntos como eSocial e REINF, Compliance e os Impactos Tributários, e Tecnologia e Inovação na Contabilidade.

Pedido

A deputada Lêda Borges (PSDB) pediu ontem que a à Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes retome obras do Vapt Vupt no município de Corumbá. Mais da metade da construção está concluída.

CURTAS

- Deputados delegados Eduardo Prado (PV) e Humberto Teófilo (PSL) apresentam requerimento para convocar delegados concursados.

- Os dois são da base de Caiado, mas ainda não conseguiram viabilizar a medida.

- O pedido se tornou público por meio dos documentos por conta da pressão da categoria sobre os parlamentares.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar