15 de novembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Deputados defendem cautela sobre reforma da previdência

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 15 de novembro de 2019
Coluna do jornalista Rubens Salomão

Deputados da base do governador Ronaldo Caiado (DEM) já começaram a defender ampla discussão com servidores estaduais e cautela para debater a proposta de reforma da previdência estadual, que deve ser enviada à Assembleia Legislativa na próxima semana. As manifestações partem principalmente dos parlamentares que, além de apoiadores do governo, são funcionários públicos e representam categorias, que pretendem garantir direitos adquiridos e condições favoráveis de aposentadoria. “A gente tem que sentir o termômetro principalmente dos deputados que também são servidores. A reforma tem leis ordinárias e complementares, que precisam de maioria simples (21 votos), e emenda à constituição, que precisa de 25. Ainda vamos sentir como os deputados vão reagir para dar uma clareada melhor nesse cenário”, calcula o vice-líder da base, Zé Carapô (DC).

Cautela

O deputado e servidor Karlos Cabral (PDT) aponta que, de fato, há um “desempate” entre a arrecadação e os pagamentos de aposentados, mas que a avaliação terá “muita cautela para não prejudicar os inativos”.

Aguarde

“Há entendimento do STF de que é preciso esperar o encerramento da discussão no Congresso. Além disso, não adianta chegar uma matéria atropelada aqui. Temos que saber quais pontos serão alterados”, teme Virmondes Cruvinel (Cidadania).

Peso menor

Carapô considera os representantes da Segurança Pública como cruciais para a reforma e que “não se pode temer a mobilização dos servidores”.

Divergência

A Câmara Municipal derrubou dois vetos do prefeito Iris Rezende (MDB). O primeiro (19 votos a 3) diz respeito a projeto de Zander Fábio (Patriota), que autoriza a criação do Serviço de Atendimento Móvel Veterinário (SAMUVET).

Mobilização

Outra matéria derrubada (19 a 1) foi o veto a projeto de Cristina Lopes (PSDB) que institui a Campanha de Conscientização do Enfrentamento ao Assédio e a Violência Sexual. Nas duas votações, o líder Oseias Varão (PSB) ficou isolado.

Calma lá

Logo depois das votações, vereadores da base do prefeito fizeram questão de elogiar o trabalho da liderança e manter posicionamento aliado ao Paço, sempre com ênfase ao discurso de “independência da Casa”.

Foi, mas volta

Deputados estaduais aprovaram em segunda votação projeto de Alysson Lima (Republicanos) para anular lei estadual que estabelece a privatização de rodovias goianas com a cobrança de pedágio.

Tente entender

O líder, Bruno Peixoto (MDB), votou a favor porque é contra os pedágios, mas afirma que o projeto é inconstitucional e que trabalhará para manter provável veto.

CURTAS

- A CCJ da Alego aprovou projetos do relator da CPI dos Incentivos Fiscais, Humberto Aidar (MDB).

- Passaram o fim dos créditos outorgados ao etanol anidro e restrições ao setor varejista. Vão à primeira votação em plenário.

- Base e oposição querem “prudência” sobre IPO da Saneago. Ricardo Soavinski explicou o processo a deputados.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar