23 de fevereiro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Estado fecha com superávit, sem contar restos e dívida

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 23 de fevereiro de 2020
Ao invés disso, o governo contou, principalmente, com receitas extraordinárias, maior contribuição do setor produtivo e cortes internos para alcançar resultado positivo de pouco mais de R$ 500 milhões| Foto: Divulgação

Números do relatório final do governo estadual referente a 2019 confirmam tendência antecipada pela Xadrez no início de janeiro: a previsão de déficit orçamentário de R$ 6,3 bilhões não foi confirmada. Ao invés disso, o governo contou, principalmente, com receitas extraordinárias, maior contribuição do setor produtivo e cortes internos para alcançar resultado positivo de pouco mais de R$ 500 milhões. O valor no azul, no entanto, não revela resolução dos problemas financeiros. Segundo a secretária de Economia, Cristiane Schmidt, é preciso considerar a realidade com restos a pagar de R$ 3,5 bilhões, além da dívida de exercícios anteriores e os valores que não foram pagos a bancos por conta da suspensão conseguida por liminar do STF, que somaria, em tese,  mais R$ 1 bilhão a pagar. “Quando a gente junta tudo isso, o cenário não fica tão bonito. As receitas continuam menores que as despesas”.

Susto!

Schmidt disse ter levado um “susto” quando soube do anúncio de “rompimento” feito pelo presidente do SindiFisco, Paulo Sérgio, no início da semana. Segundo ela, a reunião que teria causado insatisfação “foi ótima”.

Isolado

Parte dos auditores fiscais ainda ameaça iniciar espécie de operação tartaruga contra o não atendimento de demandas pela secretária. Oficialmente, todos negam. A principal delas, autorização para progressão de carreira.

Por período

Sobre reclamações de empresários, relatadas aqui, há no governo quem defenda que “2019 foi o ano da Cristiane e que 2020 será o ano do Wilder”. A conferir.

Parceiros

Governo estadual, por meio da Codego, e prefeitura de Anápolis, executam neste sábado (8) parceria para “pacote de obras” no DAIA, além da inauguração da nova sede da 3ª Delegacia Regional, da Polícia Civil.

Setores

O acordo entre as gestões ainda inclui a construção do Anel Viário, que será retomada e o projeto Pró-Água, que busca recuperar as bacias do Rio Caldas e Ribeirão Extrema.

De fora 

O líder do governo Bolsonaro na Câmara Federal, deputado Vitor Hugo – que segue no PSL enquanto o Aliança Pelo Brasil não é criado, não foi a evento ontem no Paço e, ao invés de enviar deputado goiano, mandou um mineiro.

Quem?

Eros Biondini (PROS) festejou o lançamento da segunda etapa de programa federal para a segurança pública. “Espero que em breve chegue à nossa capital mineira também”. O deputado também é cantor e apresentador.

Resultado

A indústria goiana de alimentos GSA fechou balanço de 2019 e mostra crescimento de 48% nos últimos quatro anos. A meta para este ano é faturar 24% acima do ano passado. Investimento de R$ 12,5 milhões.

CURTAS

- O MP abriu investigação sobre Ernesto Roller quando prefeito de Formosa, além de duas empresas e um vereador.

- O Conselho da OAB/GO marcou para 25 de março a escolha da lista sêxtupla para indicação de vaga de desembargador.

- Termina amanhã o prazo para apresentações de recursos contra o indeferimento das candidaturas ao posto no TJGO.


Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar