29 de maio de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Redução de veículos no trânsito foi de 60% para 17%

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 29 de maio de 2020
Resultado se soma às medições de movimentação de telefones celulares, que apontam até isolamento inferior a 30% na capital| Foto: Takeshi Gondo

O índice de redução no tráfego de veículos nas ruas e avenidas de Goiânia chegou a um pico pouco superior a 60% no fim de março, logo depois dos primeiros decretos estadual e municipal para o isolamento social. No entanto, na comparação com os dias considerados comuns, sem medidas de controle da pandemia, a taxa de diminuição passou para 17,5% ao fim do mês de abril. Os números são da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT), que deve consolidar novos dados atualizados nesta semana, com base no monitoramento feito com câmeras e pardais do município nas principais vias da cidade. O resultado se soma às medições de movimentação de telefones celulares, que apontam até isolamento inferior a 30% na capital, e mostra que a falta de fiscalização por parte da gestão municipal, ao longo de quase dois meses de quarentena, implica em menor adesão da população as medidas restritivas.

Problema continua

Apesar da criação, na semana passada, de uma estrutura para fiscalização das regras de isolamento, o Ministério Público voltou a cobrar maior atenção do Paço em relação à movimentação de pessoas contra os decretos.

Paço ausente

O MP expediu recomendação para que Iris Rezende intensifique da fiscalização nos parques, praças e pistas de caminhada e corrida da capital. A promotora Alice de Almeida Freire sugeriu ainda verificação sobre uso de máscaras.

Consciência

Apesar da redução na quantidade de veículos nas primeiras semanas de isolamento, o número de multas de trânsito aumentou, principalmente por excesso de velocidade.

Demora

Depois de três reuniões entre CMTC, empresas de ônibus e governo estadual sem sucesso para proposta de viabilidade financeira do transporte coletivo, o governador Ronaldo Caiado desmarcou o quarto encontro, que ocorreria ontem.

Como é?

Como antecipado aqui, o sindicato das empresas sugeriu estudo para que o poder público banque o prejuízo das concessionárias até o mês de outubro, mas ainda não há resposta. Seria coisa de ao menos R$ 80 milhões.

Pente fino

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) formou grupo de trabalho para monitorar os gastos do governo estadual relacionados à covid-19. O grupo fiscaliza contratos emergenciais para combater os efeitos da pandemia.

Transparência

O secretário de Controle Externo, Vitor Gobato, define que a força tarefa terá “atuação concomitante, tempestiva, para enxergar eventuais problemas no início e evitar, por exemplo, o pagamento de uma potencial aquisição indevida.”

Reencontro

Depois do rompimento “total e absoluto”, Caiado mostrou reconciliação com Bolsonaro e afirmou só não há “convergência” sobre as medidas sobre a pandemia.

CURTAS

- Depois de flexibilizar o comércio, a prefeitura de Santa Teresinha é mais uma que tem decreto cancelado na Justiça.

- A Comissão Mista da Câmara Municipal de Goiânia retoma na segunda-feira (11) a análise sobre o plano diretor.

- Próximo presidente do TSE, Luís Roberto Barroso aponta que a data da eleição municipal deve ser decidida em junho.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar