GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Banner saneago sky

Oposição ao governo estadual busca assinatura para CPI dos Grampos

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 14 de julho de 2020
Intenção é apurar em detalhes as denúncias feitas pelo primo do governador, Jorge Caiado, contra o ainda secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda| Foto: Divulgação

Das 14 assinaturas necessárias para que a instalação de CPI seja obrigatória pela presidência da Assembleia Legislativa, a oposição já conseguiu 13. O requerimento para criação da Comissão Parlamentar dos Grampos elaborado pelo líder da minoria, Talles Barreto (PSDB) já conta o apoio de Adriana Accorsi, Antônio Gomide (PT), Eduardo Prado, Humberto Teófilo, Major Araújo (PSL), Henrique Arantes (MDB), Alysson Lima (Solidariedade), Claudio Meirelles (PTC), Lucas Calil (PSD), além dos tucanos Lêda Borges, Helio de Sousa e Gustavo Sebba. A intenção é apurar em detalhes as denúncias feitas pelo primo do governador, Jorge Caiado, contra o ainda secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda. Os supostos grampos ilegais contra membros do governo geraram insatisfação entre aliados do governo na Alego, que não desconsideram dar o voto decisivo para a investigação.

Convencimento

Os opositores já levam para discursos públicos durante sessões remotas os pedidos de apoio para a instalação da CPI. Em meio à guerra de argumentação com articuladores caiadistas, deputados focam esforços junto a colegas “independentes”.

Na mira

“Nós temos 13 assinaturas e não podemos ficar ausentes disso, deputado Vinícius (Cirqueira). Como um homem da segurança como o coronel Adailton pode ficar fora de uma CPI como essa?”, provoca Talles Barreto.

Reconsideração

A articulação política do governo deverá ser reforçada a partir das próximas mudanças na equipe de Ronaldo Caiado. Interlocutores mantêm contato com José Vitti.

Bons ares

Depois de antecipar metas para evitar processo de cassação, a distribuidora de energia Enel Goiás intensifica trabalho de aproximação com a gestão estadual, depois de constantes conflitos nos últimos 17 meses.

Resultado

Na última semana, Ronaldo Caiado adotou novo tom. “Muito obrigado pela presença e pelo apoio que tem dado às nossas demandas no dia a dia”, agradeceu o governador, ao cumprimentar o presidente da empresa, José Luis Salas.

Reavaliação

A Aneel, reguladora do setor, vai medir metas previstas e resultados obtidos pela italiana em agosto, para decidir se abre ou não procedimento administrativo.

Espaço político

Aliados do ex-governador Marconi Perillo contaram à coluna que o tucano se animou com as recentes crises do governo estadual – na SSP e Codego. Tanto que bateu ponto em Goiânia semana passada, com conversas presenciais.

Retomada

Marconi planeja incentivar a oposição mais de perto e retomar contatos nas bases, para eleições municipais. A meta é 2022, ainda sem cargo definido a buscar. Marconistas sobreviventes apostam em pleito para deputado federal.

CURTAS

- A Justiça determinou fechamento dos Correios em Goiânia para desinfecção, após novo caso de Covid-19 entre trabalhadores.

- O Fundo Municipal de Saúde de Itumbiara recebeu ontem ajuda vinda do programa de “responsabilidade social” da JBS.

- Ao todo, são 58,5 mil equipamentos de proteção individual (EPIs), 7 mil litros de itens de higiene e 5 mil sacos de lixo.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar