14 de setembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

BANNER SANEAGO

Base bolsonarista não terá unidade em Goiânia, diz deputado Vitor Hugo

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 14 de setembro de 2020
A indefinição virou fato após frustração no processo de criação do partido Aliança Pelo Brasil e a falta de indicação de Jair Bolsonaro para que aliados se filiassem a tempo em outra sigla para a disputa das eleições municipais| Foto: Takeshi Gondo

A base do governo federal não se mobilizará para definir candidatura única à prefeitura de Goiânia. Cada partido terá liberdade para definir nome próprio e, segundo o deputado federal Vitor Hugo (PSL), os integrantes do grupo se encontrarão depois das urnas. A indefinição virou fato após frustração no processo de criação do partido Aliança Pelo Brasil e a falta de indicação do presidente Jair Bolsonaro para que aliados se filiassem a tempo em outra sigla para a disputa das eleições municipais de novembro. “Não podemos apoiar nenhum candidato formalmente, mas temos nomes que têm defendido as bandeiras do presidente e eles serão identificados pela população. De novo, também na capital, nós vamos nos encontrar na sequência da eleição”, define Vitor Hugo ao confirmar a opção pela divisão em Goiânia. Ao menos três pré-candidatos pretendem representar a base bolsonarista.

Quem são?

São pré-candidatos bolsonaristas: Wilder Morais (PSC), Felizberto Tavares (Podemos), Eduardo Prado e Gustavo Gayer (ambos DC). Samuel Almeida (PROS) também se lançou. A propósito, a esposa do último, Ana Carolina Sousa, deixou o cargo de Secretária da Mulher. Assume Patrícia Quirino.

Implosão

Prejudicado pela pandemia na coleta das assinaturas junto ao TSE, o Aliança Pelo Brasil agora sofre debandada de lideranças que passam formar outros vínculos para as eleições municipais.

Tocador

A questão é que mesmo o chamado “núcleo duro” do novo partido se distancia do projeto. Por isso, Vitor Hugo tenta marcar encontro para depois do pleito.

Contratação

A Justiça determinou que organização social ‘Instituto dos Lagos Rio’, responsável pela gestão da Policlínica de Posse, realize novo processo seletivo para contratação de pessoal e apresente, em 30 dias, projeto para serviço de hemodiálise.

Descumprimento

O Ministério Público de Posse aponta em ação que a organização carioca descumpriu itens do contrato, já que o edital de contratação não teve aprovação prévia pela Controladoria-Geral do Estado e não foi publicado no Diário Oficial.

Reprise

O Republicanos (PRB) lança hoje a pré-candidatura em Palmeiras de Goiás do ex-prefeito Alberane Marques. Assim, a eleição de novembro terá a mesma disputa de 2012, quando o ex-tucano enfrentou o atual prefeito, Vando Vitor (PSDB).

Relator infectado

O deputado federal Francisco Júnior (PSD) testou positivo para a covid-19. Ele tem sintomas leves e continua em casa enquanto trabalha na Comissão Mista do Congresso que fiscaliza ações do governo no combate à pandemia.

Reação

O deputado federal José Nelto (Podemos-GO) decidiu reagir contra o corte de 18,2% anunciado pelo MEC no orçamento de 2021 das universidades e institutos federais.

CURTAS

- Para Nelto, o governo deveria aumentar os recursos para as universidades. “Isso ficou claro com as pesquisas na pandemia”, diz.

- O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou ontem os ajustes em suas resoluções com as novas datas da eleição deste ano.

- O Congresso aprovou emenda e o primeiro turno será no dia 15 de novembro. As convenções vão do próximo 31 até 16 de setembro.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar