04 de setembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

BANNER SANEAGO

PSDB nega isolamento e reclama de "perseguição" política

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 04 de setembro de 2020
Segundo Gustavo Sebba, o projeto solitário de Talles Barreto em Goiânia é justificado por “opção estratégica” e que os tucanos “já foram procurados por representantes de outras legendas para discussão de alianças ou não”| Foto: Reprodução

Em resposta ao destaque da última edição desta coluna, o PSDB em Goiás, representado pelo deputado estadual Gustavo Sebba, rejeita a avaliação de que a sigla esteja isolada no processo político em Goiás, depois da derrota e prisão de seu principal líder, Marconi Perillo, em 2018. E mais: o parlamentar e pré-candidato à prefeitura de Catalão afirma em nota que o partido tem sofrido perseguição. Segundo ele, o projeto solitário de Talles Barreto em Goiânia é justificado por “opção estratégica” e que os tucanos “já foram procurados por representantes de outras legendas para discussão de alianças ou não”. Alega ainda que o PSDB tem “um grande legado de obras, realizações e programas sociais” e que segue forte e presente no estado inteiro “apesar de tantas perseguições, inverdades e injustiças, realçadas e confirmadas por uma série de decisões do Poder Judiciário”.

Desconforto

Vanderlan Cardoso (PSD) comunicou internamente ao PSD seu retorno à pré-candidatura em Goiânia e o ainda pré-candidato, Francisco Júnior, admite que o diálogo foi “respeitoso e democrático, mas não harmonioso”.

Como fica?

“Sem dúvida fica desconfortável, né?”, avalia Francisco sobre a situação. “É minha sina. Em 2016 também havia essa dúvida se eu seria candidato”, lembra. Na época, também havia dúvida sobre o apoio do governo estadual no processo.

Representante

Na prática, Francisco ainda representa o PSD em eventos relacionados à pré-campanha, como sabatinas, mas Vanderlan mobiliza as articulações com o DEM.

Silêncio compartilhado

A operação Zaratustra, no Ministério Público Estadual, mira o deputado estadual Iso Moreira (DEM), que é ex-membro da base marconista e atual caiadista. Até por isso, ambos grupos seguem em silencio sobre a investigação.

Ampliação

A apuração do MP será agora estendida para o atual mandato do parlamentar, depois de apontar desvios de R$ 10 milhões em supostos contratos irregulares com a prefeitura de Alvorada do Norte, em período de 13 anos.

Fila anda

Após reforço da aposentadoria de Iris Rezende, a prefeitura de Goiânia abrirá discussão pública sobre a elaboração do orçamento (LOA) da cidade para 2021. Audiência pública on-line, pelo youtube, está marcada quarta-feira (09).

Empresas

Goiás registrou em agosto a criação de 2.558 novas empresas na Junta Comercial do Estado (Juceg). O número é o maior contabilizado entre todos os meses de 2020 e também para agosto dos últimos quatro anos.

E empregos

Para Ronaldo Caiado, Goiás será o primeiro estado a “superar a crise, com respaldo aos empreendedores para geração de empregos, renda e oportunidades”.

CURTAS

- A Câmara Federal aprovou projeto de Lei que endurece penas para desvios de recursos públicos dedicados à pandemia.

- O deputado Zacharias Calil (DEM) é coautor do projeto, que dobra as penas de punição a servidores públicos.

- Sem apoio formal do MDB metropolitano, o ‘buzinaço’ de #VoltaIris teve baixa adesão ontem à tarde, no Paço Municipal.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar