05 de setembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

BANNER SANEAGO

DEM admite ‘neutralizar’ possíveis adversários para 2022

Publicado por: Rubens Salomão | Postado em 05 de setembro de 2020
Para o partido a prioridade ainda é viabilizar candidato próprio para disputar a Prefeitura de Goiânia | Foto: Divulgação.

Rubens Salomão

O presidente do DEM em Goiânia, Lívio Luciano, confirma que as articulações iniciadas com interlocutores do MDB seguem paralisadas desde as sinalizações da última semana e que a prioridade ainda é viabilizar candidato próprio – o deputado federal Zacharias Calil – à prefeitura de Goiânia. O ex-deputado, no entanto, avalia que continuam diálogos com representantes do PSD, para possível apoio governista a Vanderlan Cardoso. Nas duas conversas, segundo o presidente dos democratas, são consideradas estratégias para a sucessão do governador Ronaldo Caiado, em 2022. “Claro que a capital é fundamental para quem vai disputar o governo e por isso a atenção do governador. Essas conversações também têm algum ingrediente de 2022. De neutralizar algum adversário ou de buscar apoio de algum grupo que não esteve com o governador. Acaba sendo um termômetro”, admite.

Avaliação

Já com olhos na próxima eleição estadual, Lívio conta que os governistas já realizam pesquisas de avaliação do governador e da gestão estadual. Aliados apontam que a aprovação tem sido sempre bem maior que a reprovação.

Nome forte

Com base nos levantamentos internos, Lívio aponta que Caiado será “um fator de desequilíbrio das eleições em grande parte dos municípios”.

Propaganda

“Principalmente em Goiânia, onde o governador é um cabo eleitoral importante para um candidato de outro partido que fizer uma composição com a gente visando não só 2020, mas também 2022”, indica o presidente do DEM.

Como está!

A Procuradoria-Geral da República (PGR) desistiu de recorrer contra a decisão do ministro do STF, Gilmar Mendes, que revogou a prisão preventiva do ex-ministro e secretário licenciado de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy.

Liberados

Com isso, Baldy e os demais alvos dessa operação da Lava-Jato do Rio deverão continuar soltos. A subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, responsável pelo caso, não apresentou qualquer contestação.

Comparação

O posicionamento surpreendeu investigadores. Expectativa era que a subprocuradora apresentasse recurso para tentar reverter a soltura, como ocorreu no caso do senador tucano José Serra (SP).

Contra!

O Sindicato dos Docentes das Universidades Federais de Goiás (Adufg-Sindicato) repudiou em nota a proposta de reforma administrativa enviada ao Congresso.

Repetição

“Mais uma vez, o presidente decidiu atacar os servidores públicos e quer, inclusive, sabotar a estabilidade que os concursos públicos conferem”, diz o texto. O sindicato adianta que tomará “medidas necessárias” para evitar a mudança.

CURTAS

- O Sistema OCB/GO e a FAEG assinaram termo de cooperação técnica para integrar esforços de inovação no agronegócio.

- Serão usadas estruturas e do Inovacoop e Campo Lab, com atuação em todo o Estado, para novos projetos e programas.

- Confira a série de entrevistas do O Hoje com pré-candidatos em Goiânia também em vídeo, em youtube.com/JornalOHoje

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar