GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Ex-reitor da UEG consegue revisão de processo no TCE

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 23 de outubro de 2020
Na época, ele era investigado por suposta nomeação de familiares e amigos para cargos no Pronatec - Foto: Divulgação

Rubens Salomão

Mesmo com a derrota acachapante nas urnas em 2018, ao menos partes das correntes tucanas continuam girando em Goiás. Conselheira indicado pelo ex-governador Marconi Perillo (PSDB), Carla Santillo, deu provimento a recurso do ex-reitor da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Haroldo Reimer, que deixou o comando da instituição por suspeitas de irregularidades na gestão. Na época, ele era investigado por suposta nomeação de familiares e amigos para cargos no Pronatec. A conselheira atendeu pedido de Reimer para reexame de acórdão que determinou a ele multa de R$ 7 mil, ao entender que o ex-reitor não se beneficiou da falha ocorrida e que o erro teria sido “oportunamente corrigido”. Carla Santillo ainda decidiu que não há comprovação de culpa de Haroldo em irregularidades referentes a contratos de servidores temporários em 2013.

Contra a corrupção

O ministro Luiz Fux anunciou no Conselho Nacional de Justiça quatro projetos de combate à corrupção para implementar em seus dois anos na presidência no órgão.

Proteção

O primeiro consiste na criação de varas colegiadas para combate a organizações criminosas. Segundo ele, o objetivo é dar maior proteção e segurança aos magistrados que julgam processos que envolvem organizações criminosas.

Específico

Fux também projeta criar um Laboratório de Combate à Corrupção, Lavagem de Dinheiro, Recuperação de Ativos e Efetividade. A ideia é usar a tecnologia para analisar “grandes volumes de informações”.

Adesão

Historicamente ligado ao caiadismo, o ex-presidente da Alego, José Vitti, confirmou apoio a Maguito em Goiânia. O ex-tucano chegou a ser sondado para ser secretário de Ronaldo Caiado, mas não houve acordo.

Fogo trocado

Enquanto Maguito Vilela (MDB) recebe apoio do deputado estadual Lucas Calil, filiado ao PSD de Vanderlan Cardoso, o senador troca fogo com a recepção ao senador emedebista Luiz Carlos do Carmo.

Pauta goiana

Vanderlan e Luiz do Carmo defendem no Congresso a MP 987, que recebeu emenda pela prorrogação da isenção de impostos para empresas automotivas de Goiás.

Despedida

Em apresentação restrita ao balanço da gestão, o prefeito Iris Rezende  foi bastante aplaudido ao encerrar discurso na Câmara de Goiânia. Ao final, disse aos vereadores: “vocês me fizeram chorar”.

Última vez

O prefeito reviu decisão de prestar contas de forma remota por se tratar da última oportunidade em que ele se dirige ao legislativo para detalhar os números. A próxima apresentação será feita no início de 2021, pelo prefeito a ser eleito.

CURTAS

- Candidata pelo PT, Adriana Accorsi diz que Maguito e Vanderlan representam “continuísmos de gestões com problemas”.

- De Lincoln Tejota sobre Virmondes Cruvinel em Goiânia. “Há um desejo de mudança latente e agora temos a oportunidade”.

- Projeto do deputado federal José Nelto pretende incluir o autismo na lista de tratamentos gratuitos previstos no SUS.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar