10 de dezembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Prefeitável diz que é direito de Bolsonaro não reconhecer vitória de Biden

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 10 de dezembro de 2020
Major Araújo (PSL) diz que assim como Bolsonaro, tem preferência por Donald Trump. “É preciso ter posição política” - Foto: Reprodução

Venceslau Pimentel

Defensor e alinhado politicamente com Jair Bolsonaro, e com expectativa de fazer valer em Goiânia as ideias apresentadas nas eleições de 2018, o deputado estadual Major Araújo (PSL), o candidato a prefeito diz considerar que é um direito do presidente não se manifestar, por enquanto, a respeito da vitória de Joe Baden à Presidência dos Estados Unidos. Assim como Bolsonaro, o prefeitável diz ter preferência por Donald Trump. “É preciso ter posição política”, defende. À coluna, Araújo disse não acreditar que, uma vez no comando da maior potencia mundial, Baden terá relação hostil com o Brasil, já que os interesses econômicos dos dois países estão acima de questões pessoais. 

A reboque 

Repercute recomendação de que manifestações de bolsonaristas, a respeito da vitória de Joe Biden, só depois do posicionamento oficial de Jair Bolsonaro, o que deve acontecer se Donald Trump reconhecer a derrota.  

Birra 

Deputado federal, Elias Vaz (PSB) prega que Bolsonaro deixe de lado a política de isolamento para estreitar laços com o presidente eleito dos EUA. 

Fora de foco 

Está fora do radar dos oito candidatos a prefeito de Cavalcante a discussão sobre o traçado da BR-010, que pode não passar pelo município, prejudicando o desenvolvimento da região, que abriga parte da comunidade Kalunga. Duas alternativas estão no foco do Dnit. 

Fogo cruzado 

Ex-emedebista, o deputado federal José Nelto (Podemos), na defesa da candidata Márcia Caldas (Avante), diz que ela é o melhor nome para comandar Aparecida de Goiânia, “contra a velha política”. Mas não aponta nomes. 

Bola fora 

Homem condenado por violência contra a mulher não poderá assumir emprego público pelo prazo de dois anos após o cumprimento da pena, é o que defende, por meio de projeto, o deputado petista Rubens Otoni.

Expectativa 

A militância da campanha de Maguito Vilela se anima com a fase de exercícios de fisioterapia a que ele vem se submetendo em hospital de São Paulo, e quer vê-lo no segundo turno. 

Atrativo 

Nos mesmos moldes do novo programa de incentivos fiscais do governo Caiado, o prefeitável Vanderlan Cardoso quer instituir o ProGoiânia, caso seja eleito, para atrair novas empresas para a capital. 

Jogada 

CURTAS 

- A Câmara de Goiânia promulgou decreto legislativo que prevê concessão de título de cidadania goianiense ao presidente Jair Bolsonaro. 

- O SecoviGoiás promove, nesta terça-feira, às 19 horas, videoconferência sobre a violência praticada por condôminos contra gestores de condomínios. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar