11 de dezembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

Operação policial esquenta campanha em Aparecida

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 11 de dezembro de 2020
Operação que investiga desvios de dinheiro da saúde pode balançar as eleições municipais - Foto: Reprodução

Venceslau Pimentel 

A quatro dias das eleições municipais, a disputa em Aparecida de Goiânia ganha um novo ingrediente, que mexe no segundo maior colégio eleitoral de Goiás. Isso porque repercutiu na cidade e foi parar na campanha eleitoral a operação Falso Positivo, desencadeada pela Polícia Civil, por indícios de desvio de dinheiro envolvendo a Secretaria de Saúde e a Organização Social Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar, que funciona dentro do hospital municipal. Tanto Márcia Caldas (Avante) quanto Bruno Felipe (Psol), adversários do prefeito Gustavo Mendanha, querem medir o impacto na campanha. Pelas pesquisas, o candidato do MDB venceria a disputa no primeiro turno. Ontem, os três mantiveram o ritmo de campanha, em locais diferentes. 

Em casa 

Márcia e Bruno Felipe pediram votos em Aparecida, enquanto que Gustavo Mendanha está licenciado do cargo desde o dia 5 de novembro para pedir votos, em Goiânia, para Maguito Vilela. 

Flagrante 

Antes uma prática comum, a distribuição ilegal de santinhos em órgãos públicos provoca a primeira punição em Goiânia, com a multa aplicada à candidata a vereadora Ana Alice Bueno, no valor de R$ 2 mil. 

Cartada 

Cercanias 

O chefe de Gabinete do prefeito Iris Rezende, Wilson Júnior, manifestou ontem apoio ao plano de governo do Maguito Vilela, na companhia de representantes dos advogados públicos do Estado de Goiás. 

Sem surpresa 

Em post no Twitter, o deputado federal Vítor Hugo (PSL) disse que já esperava que Sergio Moro assumisse que seria candidato a presidente da República. A novidade é blocão formado com João Doria, Henrique Mandetta, o apresentador Luciano Huck e o banqueiro João Amoêdo. 

Raio X 

Se a lei já tivesse sido aprovada pela Câmara dos Deputados, os vereadores que serão eleitos no dia 15 de novembro teriam que se submeter a exame toxicológico antes da posse. A mesma regra vai valer para deputados e senadores, se o projeto foi aprovado ainda este ano. 

Tecnologia 

O eleitor que não puder comparecer nas sessões eleitorais no próximo domingo, poderá justificar o voto por aplicativo da Justiça eleitoral pelo celular. A intenção é facilitar a vida do eleitor e evitar o comparecimento em massa aos cartórios eleitorais durante a pandemia. 

Vice-liderança 

Goias é 2º do ranking nacional que mais adaptou residências para mobilidade reduzida e conseguiu reduzir quedas de idosos durante pandemia. É o que mostra levantamento da Planeta Acessível, fabricante de produtos para acessibilidade do Brasil. 

CURTAS 

- Por vício de iniciativa e falta de previsão de recursos, o governador Ronaldo Caiado vetou autografo de lei que institui o sistema de Comunicação e Cadastro de Pessoas Desaparecidas. 

- Está na pauta da Alego, para a sessão depois das eleições, o projeto que concede cidadania goiana à secretária da Economia Cristiane Schmidt, que comanda a pasta desde janeiro de 2019. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar