18 de dezembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

coluna Xadrez

PSDB vai de Maguito e sinaliza aliança em 2022

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 18 de dezembro de 2020
PSDB apoia Maguito Vilela que pode se concretizar para eleições estaduais - Foto: Reprodução

Venceslau  Pimentel

Dois dias depois após o primeiro turno das eleições municipais, o MDB e o PSDB ensaiam aproximação, a começar pelo apoio dos tucanos a Maguito Vilela no embate com Vanderlan Cardoso (PSD), que pode se concretizar no pleito de 2022. Independentemente da posição do seu partido, o deputado tucano Talles Barreto, depois de uma conversa com o presidente do diretório estadual emedebista, Daniel Vilela, declarou publicamente apoio ao ex-governador e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia. A direção do PSDB se reúne hoje para bater o martelo, defendendo, inclusive, a inclusão das diretrizes do plano de governo que Barreto apresentou na campanha, como candidato a prefeito, nas propostas de Maguito. 

Balão de ensaio 

As duas legendas, que têm protagonizado disputas acirradas pelo governo do Estado desde 1998, podem estar desenhando uma futura composição para a sucessão de Ronaldo Caiado (DEM). 

Com o líder 

Falta, agora, combinar com o prefeito Iris Rezende, que já anunciou a sua aposentadoria política, tão logo conclua o mandato em Goiânia, e que perdeu três eleições para Marconi Perillo. 

Pra ontem 

Líder do governo na Alego, Bruno Peixoto (MDB) não esconde sua decepção com a morosidade da Justiça Eleitoral, que deferiu o registro da candidatura a vereador do seu pai, Tião Peixoto, dois dias depois do pleito.

Pano pra manga

A declaração de Vanderlan Cardoso, que pôs em dúvida o real estado de saúde de Maguito Vilela, internado com Covid-19, em São Paulo, dominou o debate, ontem, durante a sessão na Alego, colocando o pessedista na linha de tiro da oposição e de aliados de Caiado. 

Mais tempo 

O prazo de prorrogação de contratos de servidores temporários do Estado será modificado pelo governo. Pelo projeto do Executivo que tramita na Alego, dependendo da área, o período vai de seis meses a cinco anos, para atender a necessidade excepcional. 

É Natal 

Com impacto de R$ 53,6 milhões, o governo vai reajustar os salários do professores da rede estadual de ensino, em 12,84%, retroativo a 1º janeiro de 2020. Os ganhos serão pagos em parcela única. 

Alma lavada 

Não era para menos. O deputado democrata Álvaro Guimarães comemorou a vitória do correligionário Dione da Famóveis (DEM) à prefeitura de Itumbiara. Quatro anos trás, Guimarães perdia para Zé Antônio (Republicanos), que agora amargou a última colocação. 

Bom de briga 

O manejo, criação e exposição do galo de combate da raça Mura deverão ser autorizados em Goiás, se o projeto do deputado Amauri Ribeiro (Patriota) virar lei. Ele garante que essas aves não serão usadas em rinhas. 

CURTAS 

- Oitavo colocado na disputa pela prefeitura de Goiânia, de um total de 15 candidatos, Alysson Lima (Solidariedade) anunciou neutralidade no segundo turno. 

- O prazo de prorrogação de contratos de servidores temporários do Estado vai variar de seis meses a cinco anos, conforme projeto que tramita na Alego. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar