coluna Xadrez

Líder do Governo tenta frear oposição sobre orçamento da UEG

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 20 de março de 2021
A base aliada tenta frear o ímpeto de oposicionistas e Bruno Peixoto (MDB) argumenta que se percentual for mantido, vai tirar dinheiro do ensino médio | Ilustração: Takeshi Gondo

Venceslau Pimentel 

Por conta da polêmica em torno do volume de recursos financeiros para a Universidade Estadual de Goiás, a votação da Lei Orçamentária do Governo para 2021 ficou para a próxima segunda-feira. Enquanto a oposição tenta aumentar a fatia para a UEG, destinando à unidade 2% da receita corrente líquida, o que renderia em torno de R$ 600 milhões, a base aliada tenta frear o ímpeto dos oposicionistas. O líder do Governo, Bruno Peixoto (MDB), argumenta que se esse percentual for mantido, vai tirar dinheiro do ensino médio. Os deputados aliados do governador Ronaldo Caiado (DEM) aumentaram R$ 50 milhões ao valor previsto para a UEG, chegando ao total de R$ 301 milhões ao logo deste ano. 

Pode cair 

Como a emenda apresentada pelo deputado Karlos Cabral (PDT), que fixa em 2% o orçamento da UEG não tem caráter impositivo, governistas apostam em veto do Executivo.

Efeito Amazonas 

Por conta do caos no Amazonas, devido à falta de oxigênio nos hospitais, o conselheiro Sebastião Tejota, do TCE, quer saber do secretário da Saúde, Ismael Alexandrino qual o estoque do produto em Goiás e se o mesmo é suficiente em caso de aumento da demanda. 

Dissidentes 

Quem encabeça a lista dos 36 deputados federais do PSL que deixa de apoiar o candidato a presidente da Câmara dos Deputados, Baleia Rossi (MDB), é o parlamentar por Goiás, Vítor Hugo. O grupo apóia Arthur Lira (PP). 

Segurança jurídica 

A Secretaria da Economia solicitou ao governo o envio a Alego de alteração no ProGoiás, para estabelecer parâmetros mais claros quanto à possibilidade de aplicação do benefício fiscal do crédito outorgado. 

Afastamento

Três funcionários do gabinete do deputado Bruno Peixoto estão em quarentena, depois que apresentaram sintomas da Covid-19. Um deles testou positivo, e os outros dois aguardam o resultado dos testes. 

Por fora 

Tem prefeito goiano esperando uma posição do STF sobre ação do governador da Bahia, Rui Costa, para adquirir vacinas, independente do governo federal. Gustavo Mendanha abriu conversação com a Pfizer. 

No bolso 

O aviso é da direção da Ceasa. Quem insistir em andar sem máscara na localidade poderá ser multado, em valor que varia de R$ 106 a R$ 1.045, avisa é o presidente Wilmar Gratão. 

Desvio

Ex-secretários da Saúde de Firminópolis foram denunciados pelo Ministério Público, por dispensa ou inexigibilidade de licitação para compra de medicamentos. Prejuízo pode chegar a R$ 1,5 milhão, de 2014 e 2019. 

CURTAS 

- A bancada do MDB na Assembleia passa a ter um novo líder. Trata-se do deputado Paulo Cezar Martins.

- A Fieg aponta que o índice de confiança do empresário industrial recuou 4,8 pontos, se comparado a dezembro de 2020. O indicador fechou em 57,5 pontos em janeiro. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar