coluna Xadrez

Entidades que não pagam impostos podem vir a remunerar diretoria, em Goiânia

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 07 de março de 2021
Na CCJ, a então presidente, vereadora Sabrina Garcêz (PSD) colocou a matéria em votação, que já havia recebido aval da relatoria, com base em parecer da Procuradoria da Casa | Ilustração: Takeshi Gondo

Venceslau Pimentel 

Diretores de associações assistenciais ou fundações sem fins lucrativos, de Goiânia, poderão vir a ser remunerados se a Câmara de Vereadores aprovar projeto de lei do ex-vereador Divino Rodrigues que está na pauta da sessão desta terça-feira. A proposta altera lei municipal de 202, que veda qualquer tipo de pagamento a diretores dessas entidades, que são isentas do pagamento de impostos municipais. A lei diz que essas entidades têm de ter fim exclusivo de servir desinteressadamente à coletividade e prevê a cassação da declaração de utilidade pública se descumprir a lei. Na CCJ, a então presidente, vereadora Sabrina Garcêz (PSD) colocou a matéria em votação, que já havia recebido aval da relatoria, com base em parecer da Procuradoria da Casa. 

Alegação

Para Divino Rodrigues, o seu projeto “dá um passo significativo na profissionalização do terceiro setor, uma vez que permite a renumeração, fazendo com que os gestores possam atuar de forma integral”.

Sem feriadão 

Os deputados votam amanhã, em sessão extraordinária, matéria do governador Ronaldo Caiado (DEM) que suspende feriado de Carnaval, cujo ponto facultativo se estenderia de segunda, 15, até o meio-dia de quarta-feira de cinzas.

Depende da Alego 

A Feira Hippie, instalada aos domingos, na Praça do Trabalhador, pode ser declarada como patrimônio histórico e cultura de Goiás, por iniciativa do deputado Cláudio Meirelles (PTC). 

Via cartão 

O pagamento de fiança concedido por juiz de direito poderá ser feito por meio de cartão de débito e crédito, ou outras operações online, nos casos de menor gravidade, prevê proposta que tramita na Alego. 

Cobrança

Para o deputado federal José Nelto (Podemos), o ministro da Economia, Paulo Guedes, “faz terrorismo fiscal”, ao não renovar o auxílio emergencial, enquanto o povo brasileiro passa fome. Ele defende equilíbrio das contas e socorro financeiro a quem necessita. 

Novo ninho 

Com três prefeitos e um deputado estadual, em Goiás, o Patriota pode ser o novo destino do presidente Jair Bolsonaro, diante da inviabilização de sua volta ao PSL, agora mais que nunca dividido entre duas alas.

Palavra vale 

Sobre as visitas que têm feito a Brasília, em busca de estreitar relações com a Esplanada dos Ministérios, o prefeito Rogério Cruz diz ter a certeza e a garantia de que cada palavra que lhe é dada, elas serão cumpridas. “Porque nós estamos apresentando, de fato, bons projetos”. 

Na pauta 

O projeto que institui o programa Renda Família, para contemplar ao menos 50 mil famílias de baixa renda, deve ir ao plenário nos próximos dias. O Paço Municipal projeto instituir a proposta já a partir de março. 

Velódromo 

Goiânia deve ganhar uma pista para a realização de provas de ciclismo, segundo o secretário de Relações Institucionais, Euler Morais, após participar de reuniões em Brasília. 

CURTAS 

- Mesmo debaixo de uma chuva fina, Rogério Cruz foi ontem às ruas da cidade para vistoriar obras de pavimentação asfáltica e serviços de recuperação de ruas danificadas pela ação de temporais. 

- Na guerra pela disputa do pequi, como patrimônio, entre Goiás e Minas, a deputada Adriana Accorsi apresenta lei de autoria dela que declara o pequizeiro árvore símbolo do cerrado goiano. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar