coluna Xadrez

Convocada assembleia extra para destituir diretoria da AGM

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 21 de março de 2021
Prefeitos associados convocaram assembleia geral extraordinária para o dia 12 de março, para tratar da destituição da atual diretoria da entidade | Foto: Ilustração/Takeshi Gondo

Venceslau Pimentel 

Vencido o prazo de manifestação do presidente da Associação Goiana dos Municípios (AGM), Paulo Sérgio Rezende (PSDB), sobre pedido de convocação de eleição para escolha da nova diretoria da entidade, os prefeitos associados convocaram assembleia geral extraordinária para o dia 12 de março, para tratar da destituição da atual diretoria da entidade. Ao mesmo tempo, a pauta também traz a convocação de eleição no prazo máximo de 45 dias. De imediato, será nomeada uma comissão interventora provisória, composta por prefeitos no exercício do mandato até a escolha da diretoria. O movimento é encabeçado pelo prefeito de Gameleira, Wilson Tavares (DEM), que publicou o comunicado no diário oficial do município.

Sem mandato 

O entendimento é que Paulo Rezende não representa mais os municípios, pelo fato de não mais deter mandato eletivo. O edital de convocação da assembleia extraordinária foi publicado no site da AGM. 

Caso sério 

Depois do STF, agora foi a vez do Superior Tribunal de Justiça instaurar inquérito para apurar suposta tentativa de intimidação e investigação ilegal de ministros da corte, assim como violação de independência dos magistrados. Tem a ver com a Lava Jato e a operação Spoofing. 

Passar o pano 

Na contramão do resultado da votação, na Câmara dos Deputados, que votou pela da manutenção da prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), os três senadores por Goiás (Jorge Kajuru, Luiz Carlos do Carmo e Vanderlan Cardoso), posicionaram-se contra a decisão 

Afronta ao STF 

Os três senadores minimizaram o episódio, em nome da imunidade parlamentar e autoridade do Congresso Nacional, em que o deputado bolsonarista destratou ministros do STF e exaltou a ditadura militar. 

Protagonismo

No relatório de realizações do governo em 2020, que entregou na Alego, o governador Ronaldo Caiado diz que os resultados evidenciam que, além da manutenção dos serviços, Goiás foi ágil nas respostas e, por vezes, se destacou no Brasil pelo protagonismo em prover saúde durante a crise para seu povo. Citou a acolhida de brasileiros expatriados em Anápolis. 

Falta vacina 

A exemplo da cidade paulista de Serrana, que está vacinando todos os moradores da cidade, tem prefeito goiano, do Vale do São Patrício, reivindicando o mesmo, diante do alto grau de contaminação pelo coronavírus. A diferença é que São Paulo tem o Butantan. 

Para nós 

Ao final da reunião de Ronaldo Caiado com prefeitos, o presidente da Federação Goiana dos Municípios, José Cunha, se comprometeu, em nome da entidade, a colaborar com ações que salvassem e protegessem os mandatos dos prefeitos e prefeitas. 

Sem reality

Ao comentar o princípio de rebelião no presídio de Aparecida de Goiânia, o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, diz que Goiás é terra de gente de bem. “Goiás não é lugar de cometer crimes e cadeia é lugar de cumprir pena”. 

CURTAS 

- Aprovado na Comissão Mista, consta da pauta da Assembleia Legislativa, desta terça-feira, o projeto do governador Ronaldo Caiado que cria o sistema de artesanato, para reposicionar estrategicamente o setor e estimular o potencial e o fortalecimento de sua governança. 

- A hora da xepa da vacina contra a Covid-19 está virando rotina nos postos de saúde por todo o Estado, para não desperdiçar o imunizante. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar