coluna Xadrez

Bolsonarista, procurador da República ignora processo disciplinar

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em 25 de abril de 2021
Confira a coluna Xadrez, por Venceslau Pimentel, desta Quinta-feira (25/3) | Foto: Takeshi Gondo

Venceslau Pimentel 

Alvo de processo administrativo disciplinar, pelo Conselho Nacional do Ministério Público, por propagar discurso bolsonarista de ódio contra os chineses, o chefe da Procuradoria da República, em Goiás, Ailton Benedito de Souza, sempre ativo no Twitter, ignorou solenemente o fato. Ele se ateve em sugerir à Associação Médica Brasileira que vá urgentemente ao presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, “para descobrir o tratamento para a Covid-19 que está sendo prestado aos presidiários e informar se a sociedade não deve receber igual”. Benedito também é crítico da decretação de lockdown como forma de diminuir a disseminação do coronavírus. 

Fora do ar 

Ao contrário do que faz cotidianamente, o presidente Jair Bolsonaro não repercutiu, em suas redes sociais, o evento, no Palácio do Planalto, de criação do comitê nacional para enfrentamento da pandemia.

Terceirizou

Esse papel coube aos filhos dele, o vereador Carlos, o Zero Dois, e ao deputado federal Eduardo Bolsonaro, o Zero Três, se pronunciarem com comentários fora da curva, ou seja, criticando medidas restritivas de atividades econômicas. 

Isolar, sim

Tendo o presidente Bolsonaro na retaguarda, o governador Ronaldo Caiado defendeu, durante a cerimônia, que, diante da situação crítica que o Brasil vive, o isolamento social se faz necessário para conter a pandemia e salva vidas. 

Valor maior 

Em carta ao Senado e à Câmara Federal, 16 governadores defendem que seja fixado em R$ 600 o valor do auxilia emergencial do governo federal, e não R$ 365, valor máximo anunciado pelo Ministério da Economia. Goiás não é signatário do documento. 

Desapontado

Ao comentar o resultado do julgamento do STF, favorável à suspeição do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, na ação penal contra o ex-presidente Lula, no caso do triplex em Guarujá (SP), o deputado João Campos diz que é um balde de água fria na luta contra a impunidade e a corrupção. 

Não indicou

A deputada federal Magda Mofatto (PL) se isenta da escolha de João Osório para a Secretaria Municipal de Saúde de Caldas Novas. Diz que é fruto de uma decisão pessoal dele. 

É lei

Como antecipado pela coluna, a Alego aprovou projeto do Executivo que revoga lei sancionada pelo ex-governador José Eliton (PSDB), em 2018, que concedia à Afipe, quando ainda presidida por padre Robson de Oliveira, uma área de mais de 6 mil m2, perto da Igreja Matriz de Campinas. 

Sustentáveis

As cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis estão entre os 49 municípios goianos entre os 770 de todo o País, contempladas no Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades, o ISEC-BR. Trata-se de uma aferição do Instituto Cidades Sustentáveis. 

CURTAS 

Caiado empossa nesta quinta-feira Wellington Matos, substituto de Lúcia Vânia na Secretaria de Desenvolvimento Social. 

Rogério Cruz anuncia hoje a prorrogação das inscrições ao programa Renda Família, em entrevista no Paço Municipal, às 10 horas. 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar