27 de março de 2017 - segunta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
MORADIA PÚBLICA
16/02/2017 | 06h00
Prefeitura revoga chamamento para construção de casas
Uma área de aproximadamente 17 mil metros quadrados no Jardim Mariliza seria destinada para as edificações

Da redação 

A Prefeitura de Goiânia revogou um chamamento que destinava uma área de aproximadamente 17 mil metros quadrados no Jardim Mariliza. O terreno seria usado para a construção de moradia popular para funcionários do município. Conforme os servidores, a área seria vendida pela prefeitura, devida a proximidade com condomínios de classe alta. Segundo relato dos servidores, o secretário de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), Agenor Mariano, teria dito que a área seria vendida para a iniciativa privada. 

Na gestão passada da prefeitura houve um chamamento para selecionar empresas interessadas em construir as casas. As residências fariam parte do programa Governo Federal, Minha Casa Minha Vida. Dessa forma a área seria destinada a habitação popular, no entanto não abrigaria servidores municipais. De acordo com o titular da pasta, outra área seria destina para a construção da segunda faixa do Minha Casa Minha Vida. O que englobaria 300 apartamentos para os funcionários públicos, com renda entre R$ 1.800,00 e R$ 6 mil. A construção deverá ser iniciada em breve.

Apesar da denuncia dos servidores, o decreto que revogou o chamamento, não especifica qual será a finalidade da área – se será utilizada para a construção de moradias populares. Apesar disso, o decreto diz que há necessidade de se realizar um estudo detalhado sobre as formas adequadas de destinação de áreas públicas no município. 

Nas redes sociais, o vereador de Goiânia Jorge Kajuru (PRP), questionou o decreto publicado no inicio da semana. Para o vereador, há brechas para que parte do terreno seja vendida a iniciativa privade e outra para a construção de moradias. 

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)