24 de setembro de 2017 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Goiás
22/02/2017 | 13h30
Marconi completa 244 prefeitos recebidos em audiências
“Fiz uma radiografia que ninguém tem no Estado de Goiás”, declarou o governador

Depois de rush de 35 audiências com prefeitos, na terça-feira (21), no Palácio Pedro Ludovico, o governador Marconi Perillo atingiu a marca de 244 gestores recebidos em reuniões individuais. As parcerias foram firmadas e o governo acertou convênios e deve investir nestas parcerias com as prefeituras R$ 500 milhões, de acordo com o governador. Nas redes sociais, após encerrar a maratona de audiências, Marconi escreveu que a experiência foi inédita e transformadora.

 As reuniões com os últimos gestores começaram no início da noite. O prefeito de Lagoa Santa, Adivair Gonçalves de Macedo (PSD), afirmou que o encontro foi “muito produtivo”. Ele disse ter recebido do governador a garantia de que os pleitos trazidos serão atendidos. "Nossa cidade necessita de um ginásio de esportes e asfalto e o governador afirmou que irá nos ajudar", declarou Macedo, que elogiou a postura de Marconi Perillo em receber 244 prefeitos e propor parcerias administrativas, independente das filiações partidárias. “[Marconi] faz um trabalho para a população. E ele está correto. Não tem de olhar partido e, sim, a população e a necessidade de cada município”, apontou.

Acompanhado pelo deputado estadual, Virmondes Cruvinel, o prefeito Murilo César da Silva (PP, de Córrego do Ouro) entregou ofícios com pedidos para o município. Entre os principais, o asfalto e a diminuição do déficit habitacional na cidade. O governador afirmou que irá priorizar as unidades habitacionais e pediu ao prefeito que procurasse a Agência Goiana da Habitação (Agehab) para ajustar os termos do convênio, que será firmado entre governo e prefeitura, para construção das casas. “Fomos muito bem recebidos pelo governador e ele fez o compromisso de nos ajudar”, declarou.

“Sou marconista”

Prefeita de Diorama, Valéria Ferreira dos Santos (PT) participou da reunião acompanhada pelos deputados estaduais Virmondes Cruvinel e Carlos Kabral, representantes da cidade na Assembleia Legislativa. Ela disse admirar a maneira de administrar de Marconi Perillo, apesar de ser filiada a um partido que faz oposição ao governo. “Sou marconista e te ajudei no segundo turno [em 2014]”, revelou a prefeita ao governador. “É um líder político municipalista, que não olha questões partidárias”, elogiou, acrescentando que Diorama foi “beneficiada com recursos para pavimentação asfáltica e equipamentos de Saúde que são de suma importância para nossa cidade”.

 O prefeito de Palmelo, Eladir de Paula Ribeiro (PSD), afirmou que as principais necessidades do município são de moradias populares, asfalto e a reforma do hospital municipal. Ao final do encontro, disse que o governador firmou o compromisso de fazer convênios para atender os pedidos. “A vontade do governador é de ajudar muito”, ressaltou. “Essas reuniões são muito importantes para os prefeitos, principalmente para os que assumiram agora. Tenho notícia de vários prefeitos que também gostaram muito do resultado dos encontros”, disse.

 Outro gestor que se reuniu com Marconi Perillo, Eurípedes Miguel (PSDB), que está no quarto mandato como prefeito de Nova América, saiu do encontro satisfeito em relação aos pleitos apresentados. “Reunião super positiva. O governador sempre foi municipalista. Sem ajuda dele, não podemos fazer nada”, relatou. Entre os ofícios entregues ao governador, o pedido para construção 90 casas populares, 20 mil metros de asfalto, um campo de futebol society e uma pista de caminhada.

 Prefeito de Ipiranga de Goiás, Alex de Queiroz (PSD) contou com a participação dos deputados estaduais Helio de Sousa (PSDB) e Lincoln Tejota (PSD) na reunião. “Quero ajuda do senhor para fazer uma administração que seja referência regional”, pediu Queiroz ao governador. Após o encontro, em entrevista à imprensa, o prefeito elogiou a postura de Marconi Perillo em promover parcerias administrativas com prefeitos de todas as siglas partidárias. “É um governador municipalista. Nós, prefeitos, ganhamos muito com essa iniciativa do governador”.

 Da cidade de Morro Agudo veio a comitiva comandada pelo prefeito Anatair Antônio Santana (PSD). De acordo com ele, é a terceira vez que se encontra com Marconi, somente este ano. “Isso mostra a disponibilidade, o municipalismo de Marconi. Ele está voltado para os municípios”, elogiou. Santana orgulha-se de gerir um município com as contas saneadas, com pagamentos em dia. Mas, mesmo de certa forma imune à crise, afirmou, precisa da mão parceira do governo estadual.

 Na última reunião da noite, a prefeita Miriã Dantas (PSDB), de Israelândia, afirmou ter assumido a prefeitura com inúmeros problemas para administrar. Entre os pedidos, um micro-ônibus e uma ambulância. “O governador não excluiu nenhum prefeito de nenhum partido. Recebeu a todos. Isso serve de exemplo para nós. Precisamos nos unir em prol da população, se quisermos dar um futuro melhor para nossos filhos, nosso município, nosso Estado”, ressaltou a prefeita.

Radiografia de Goiás

Após as reuniões individuais com praticamente todos os prefeitos de Goiás – faltam apenas os gestores de Mazargão e Catalão, o governador disse ter compilado, por meio das demandas apresentadas, uma radiografia de Goiás. “Fiz uma radiografia que ninguém tem no Estado de Goiás. Foi uma experiência inédita e transformadora”, declarou o governador.

 “É uma alegria ter conversado com prefeitos, vereadores, ex-prefeitos, lideranças de 244 municípios, em um prazo recorde. Todas as demandas, os pedidos nas áreas de Infraestrutura, Saúde, Educação, Segurança, Habitação, Desenvolvimento Urbano, enfim. Uma verdadeira maratona”, enumerou.

 Disse estar catalogando os pedidos apresentados para então definir as prioridades que serão atendidas. “Estamos viabilizando recursos para atender esses prefeitos  - especialmente na área da Habitação, Infraestrutura e Saúde”, revelou. 

(Com informações do Governo de Goiás)

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)