17 de outubro de 2017 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Cidades
18/03/2017 | 07h30
Estudantes goianos participam do Campeonato de Robótica
O objetivo da competição é estimular estudantes a conhecer de perto os robôs, aprender a montá-los e a desenvolver alternativas de uso desses aparelhos para solucionar problemas atuais da sociedade

Caio Marx

O Torneio Nacional de Robótica First Lego League 2017 que acontece neste final de semana, em Brasília, terá a participação de nove estudantes goianos do Colégio da Polícia Militar de Goiás Ayrton Senna. Cerca de 720 competidores de escolas públicas e particulares de 20 estados brasileiros, além do Distrito Federal, formam as setenta e quatro equipes que enfrentarão o desafio de encontrar soluções inovadoras para questões industriais, problemas sociais, e até na relação entre as pessoas e os animas.

No torneio nacional do FLL, serão selecionadas 24 equipes que irão participar de torneios internacionais. De acordo com Bárbara Trajano, gerente de Educação do Sesi-DF, as setenta e quatro equipes vão concorrer às vagas nos torneios internacionais que são realizados na Austrália, Dinamarca e Estados Unidos e no Reino Unido. Essas equipes irão participar de 13 etapas regionais, concorrendo com 780 equipes preparadas para competição desse porte.

Ainda de acordo com a gerente de Educação, o programa visa despertar o interesse das crianças e dos jovens pelas áreas de ciência e tecnologia. “A proposta está alinhada aos objetivos estratégicos do Sesi, que são elevar a qualidade da educação brasileira, direcionar o conhecimentos para as áreas de ciência, tecnologia e matemática, pois assim contribuímos para formar mão de obra, engenheiros e tecnólogos para a industria brasileira”, destacou.

O objetivo da competição é estimular estudantes a conhecer de perto os robôs, aprender a montá-los e a desenvolver alternativas de uso desses aparelhos para solucionar problemas atuais da sociedade. Com isso, o concurso abrirá oportunidade para que os alunos tenham contato com a tecnologia e sejam desafiados a utilizá-la em diversas atividades. 

O certame tem a participação de alunos de 9 a 16 anos de escolas públicas e particulares e é organizado pelo Serviço Social da Indústria (Sesi). A competição e outras atividades do programa, como palestras sobre robótica, serão realizadas no Sesi Taguatinga, em evento aberto ao público.

Trabalho em equipe

Como o uso de robôs tem crescido muito na indústria, na medicina e em outras atividades, esse contato inicial torna-se estratégico para estimular a capacitação dos futuros profissionais para atuar o mercado de trabalho. Eles aprendem também a agir em equipe na busca de soluções criativas.

O professor Adriano Fonseca e a professora Maria de Lourdes Cavalcante Parreira acompanham os nove concorrentes goianos. São dois alunos do 2º ano do Ensino Médio, Amandha Rocha e Rafael Andrade, além de sete estudantes do 3º ano, sendo Carol Leão, Carlos de Souza, Emilly Sabrine, Heitor Martins, Lorrayne Caldeira, Rafaela Goulart e Taynara Lopes. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)