29 de junho de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Educação
18/04/2017 | 15h40
Marconi viabiliza projeto que financia bolsa de mestrado na Inglaterra
Governo de Goiás, em parceria com o Instituto Newton e fundações de amparo à pesquisa, vai investir R$ 1,6 milhão em bolsas de estudo.

O governador Marconi Perillo parabenizou os 10 pesquisadores selecionados para a bolsa de Mestrado no Reino Unido, direcionada a grupos sub-representados na ciência, em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (18), no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Os contemplados são de Goiás (6), Paraíba (2) e Bahia (2). O Governo de Goiás, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeg), o Instituto Newton, o British Council e as Fundações de Amparo à Pesquisa da Bahia e Paraíba, vai investir cerca de R$ 1,6 milhão no projeto-piloto.

O mestrado tem como objetivo fortalecer a participação de grupos sub-representados (minorias étnicas e pesquisadores de ciência e inovação no Brasil) no meio científico, além de influenciar políticas inclusivas. “Essa parceria é referência para o Brasil e o mundo. O apoio do governador Marconi Perillo à pesquisa está gerando frutos nas áreas da educação, ciência e inclusão social”, salientou a presidente da Fapeg, Maria Zaíra Turchi. Marconi agradeceu os representantes das universidades e instituições de pesquisa “pela convergência de esforços, de ações e de iniciativas”, que visam contemplar a diversidade e a inclusão através da ciência. A iniciativa visa também apoiar o ambiente científico e de inovação no Brasil. “Nós estamos celebrando nesse dia o florescimento, o amadurecimento e a existência das nossas Fundações de Amparo à Pesquisa”, disse o governador, ao lembrar que a Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás foi criada em 2005.

O valor da bolsa individual é de até 40 mil Euros, totalizando 400 mil Euros, o equivalente R$ 1,6 milhão, com financiamento das Fundações de Amparo à Pesquisa e o Fundo Newton. “Como mulher negra eu quero ressaltar que esse curso é muito importante para adquirirmos conhecimento e darmos mais visibilidade às mulheres, em especial as negras. Eu estou numa posição privilegiada, mas não posso, jamais, me esquecer de onde eu vim, e onde quero chegar”, declarou a bolsista Maria das Neves Jardim de Deus, formada em Letras.

O programa será realizado em quatro fases: curso de inglês e preparação para o exame IELTS no Brasil; curso de inglês no Reino Unido; mestrado no Reino Unido; e atividades de disseminação de impacto. “Eu quero agradecer ao governador Marconi Perillo por sua atitude de valorização da ciência, porque sua iniciativa vai culminar em desenvolvimento econômico e social para o nosso país”, lembrou o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia, Lázaro Cunha. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)