24 de junho de 2017 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
GASOLINA BATIzADA
20/04/2017 | 06h00
Posto que vender poderá ser fechado

Para coibir a adulteração de combustível a vereadora Tatiana Lemos (PCdoB) apresentou projeto de lei propondo a cassação do Alvará de Funcionamento das empresas e postos de Goiânia que revenderem combustíveis adulterados ou adulterar a bomba de combustível.

“O batismo é uma operação ilegal, danosa ao consumidor, consiste na mistura de outras substâncias como nafta, solvente, água, álcool aos combustíveis”, conta a parlamentar adicionando que a adulteração é altamente prejudicial, pelos danos causados ao motor do veículo, à saúde do consumidor em consequência do aumento da emissão de poluentes. “Além disso, aumenta o consumo, sem falar na sonegação de impostos”.

O texto proposto prevê que a adulteração será evidenciada em laudo pericial emitido pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) ou entidade credenciada. Após constatada a infração será instaurado processo administrativo no prazo máximo de 60 dias, assegurando ampla defesa ao acusado. Se houver a cassação do alvará, o estabelecimento ficará proibido de obter nova autorização no período de cinco anos.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)