19 de outubro de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Digital
11/10/2017 | 18h50
Detran-GO deve digitalizar 100 mil carteiras de motorista até o fim deste ano
A CNH-e, como também é chamada, já esta disponível para os condutores goianos

Precursor da CNH Digital no Brasil, o Detran-GO pretende emitir cerca de 100 mil unidades da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e), até o fim deste ano. A partir desta quarta-feira (11), o órgão estadual já permite que os motoristas goianos solicitem a digitalização de sua CNH.

Até o fim de 2017 serão gratuitas. Posteriormente será cobrada uma taxa de R$ 10 para que a carteira seja digitalizada.

Lançada na terça-feira (10), em Brasília, a princípio, vai funcionar somente em Goiás. O Estado sai na frente como Programa Piloto. A previsão do governo federal é que o documento virtual seja oferecido em todo o Brasil até fevereiro próximo.

Segundo o diretor de operações do Detran-GO, Francisco de Assis Peixoto, podem fazer a solicitação do documento digital os condutores que já possuem a CNH com QR Code, que estão sendo emitidas desde o mês de maio. Somente quem tem o código digital poderá ter acesso ao novo benefício. Quem não tem o documento com o código só poderá ter acesso ao benefício em caso de revalidação ou alteração cadastral, como mudança de categoria, por exemplo.

“Nossos sistemas já estão prontos para atender qualquer pessoa. Nós já tivemos demanda de pessoas procurando pelo serviço hoje, mas ainda não é possível fazer um balanço, pois são vários locais que confeccionam a CNH em todo o estado”, explica Francisco de Assis.

A taxa da emissão da renovação da CNH impressa em Goiás é de R$ 133,25. Para a primeira habilitação impressa, o valor cobrado é de R$ 189,91. A cobrança nos demais estados, quando eles passarem a oferecer o recurso, dependerá dos órgãos estaduais.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)