15 de agosto de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Moradia
13/03/2018 | 09h50
Famílias de Senador Canedo recebem benefícios habitacionais
Foram entregues 71 escrituras do programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão dos bairros Valéria Perillo, Jardim das Oliveiras e Morada do Morro

Com atendimento da Agência Goiana de Habitação (Agehab), famílias do Senador Canedo receberam na segunda-feira (12), benefícios habitacionais do Governo de Goiás em solenidade na Secretaria de Esportes do município. Foram entregues 71 escrituras do programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão dos bairros Valéria Perillo, Jardim das Oliveiras e Morada do Morro. O governador ainda liberou recursos do programa Cheque Mais Moradia para construção de 50 unidades habitacionais no Jardim do Lago, no valor de R$ 165 mil, parceria com a prefeitura. O presidente da Agehab, Cleomar Dutra, acompanhou a solenidade.

Em Senador Canedo, a Agehab já entregou 1770 escrituras, sendo 342 do setor Morada do Morro, 132 do conjunto Uirapuru, 523 do Residencial Valéria Perillo e 773 do Jardim das Oliveiras I e II. Estão em andamento na Agehab mais 1333 escrituras, que devem ser entregues em breve à população desses bairros, gratuitamente.

Com o programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, a Agehab entregou ao longo dos últimos sete anos cerca de 20 mil escrituras registradas em cartório às famílias moradoras de antigos assentamentos urbanos em dezenas de municípios. 

O Casa Legal hoje é referência para o País em execução de políticas públicas de regularização fundiária urbana, com vários prêmios conquistados.

Foto: Divulgação 

 
Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)