23 de abril de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Operação conjunta
16/04/2018 | 09h25
60 mil litros de combustível roubado é recuperado em Murilândia
A ocorrência foi informada pelo telefone de emergência 191, que um motorista que estava na BR-060 pedindo ajuda, pois havia sido roubado

A PRF em ação integrada  com as polícias Civil (DECAR) e Militar (Rotam),  recuperaram na noite da última sexta-feira (13) uma carga de 60 mil litros de álcool e prenderam dois assaltantes e dois receptadores.

A ocorrência foi informada pelo telefone de emergência 191, que um motorista que estava na BR-060, em um estabelecimento  comercial às margens da rodovia, estava solicitando apoio dos agentes por ter sido assaltado.

Imediatamente uma equipe de policiais da PRF e Rotam foram deslocadas para o local, onde através de informações da vítima,  os agentes começaram a  investigar, pessoas e veículos suspeitos que trafegavam pela rodovia.

Posteriormente,  dois homens de 29 e 31 anos, que têm passagens por roubo de cargas em Goiás e Minas Gerais, foram detidos por serem suspeitos de envolvimento no roubo da carga de combustível.

Após levantamentos colhidos junto aos detidos,  agentes da PC em Santa Helena de Goiás constataram que o combustível roubado foi distribuído para dois postos situados às margens da BR-452, no município de Maurilândia. Os dois foram detidos por receptação sendo responsáveis pelo estabelecimento.

Os assaltantes foram encaminhados à Delegacia Especializada (DECAR em Goiânia e os receptadores foram conduzidos à Delegacia de Polícia em Santa Helena de Goiás.

 
Tópicos:  PRC,   Carga,   Combustível

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)