17 de outubro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Saúde
12/07/2018 | 18h10
Mais de 364 mil crianças devem ser vacinadas em Goiás
Devem ser imunizadas na campanha crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias

Goiás vai receber do Ministério da Saúde 455.900 doses de vacinas. (Foto: Agência Brasil)

Da Redação

Até o dia 20 próximo, Goiás vai receber do Ministério da Saúde 455.900 doses de vacina contra pólio (paralisia infantil) e 437.600 da tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo) por meio da Secretaria da Saúde. As vacinas serão usadas na Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo, em todo o País,  no período de 6 a 31 de agosto.

O Dia D – de divulgação e mobilização nacional – está agendado para 18 de agosto. A estratégia é  elevar a cobertura vacinal contra a poliomielite nos municípios, bem como vacinar os menores de 5 anos contra o sarampo e a rubéola.

A população alvo desta ação é composta por crianças de 1 ano até 4 anos, 11 meses e 29 dias, correspondendo 364.626 em todo o Estado. A meta mínima a ser alcançada corresponde a 95% de cobertura vacinal contra poliomielite e sarampo. É imprescindível que os pais ou responsáveis levem, junto com as crianças, a caderneta de vacinação para avaliação e registro.

Dados da Secretaria da Saúde revelam que a cobertura vacinal contra caxumba, rubéola e sarampo – doenças protegidas pela vacina Tríplice Viral – caiu de 108,94%, em 2008, para 68,2% neste ano em Goiás. Já a cobertura vacinal conta a poliomielite, doença conhecida como paralisia infantil, despencou nos últimos dez anos de 104,18% para 57,75%.

As duas doenças haviam sido erradicadas no Brasil e a ocorrência, este ano, de surto de sarampo em Roraima, Amazonas, Rio Grande do Sul e São Paulo, e o isolamento de um vírus da pólio (derivado vacinal tipo 3) em uma criança não vacinada contra a poliomielite na Venezuela, país de divisa com o Brasil, preocupam as autoridades de saúde. 

Tópicos:  Vacina,   Poliomielite,   Sarampo,   Saúde

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)