15 de outubro de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Sexto lugar
09/08/2018 | 18h40
Estado reduz mortes violentas intencionais por 100 mil habitantes
Informação é do Anuário de Segurança Pública, que conta com dados de todas as unidades da federação; Estado também reduziu outras modalidades criminais

Foto: clicRBS

Com redução de 12,7%, Goiás é o sexto estado que mais diminuiu o número de mortes violentas intencionais. A informação foi divulgada no 12º Anuário de Segurança Pública, que compila dados das forças policiais de todas as unidades da federação. O documento é utilizado como dado oficial.

O comparativo é de 2017 com 2016 e leva em consideração a taxa de100 mil habitantes de cada um dos indicadores criminais.

De acordo com o levantamento, Goiás também saiu do nono para o 12º lugar em homicídios dolosos – com queda de 13,6% -, e da terceira para a nona colocação em casos de latrocínio. A redução nesse tipo de crime foi de 39,7%.

Goiás também apresentou bons resultados na redução de crimes contra mulheres. Em 2016, era o 10º no ranking nacional em estupros. Com uma queda de 17,4%, o Estado foi para o 12º lugar. Homicídios contra mulheres cederam 1,7%, o que significa que Goiás saiu da quarta para a 11ª posição.

Houve um grande avanço no combate aos roubos e furtos de veículos. Ao registrar queda de 21,89%, o Estado saiu da terceira para a oitava colocação no ranking nacional.

O documento também aponta que o número de mortes a esclarecer recuou 33,8%, o que demonstra a melhoria na qualidade do registro das ocorrências com resultado morte. Goiás também é referência em qualidade de informações sobre segurança pública. O Estado aparece no grupo 1, considerado o mais alto padrão.

Para o secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Júnior, os bons resultados são frutos dos investimentos do Governo de Goiás na área, além da atuação incisiva de todas as forças policiais no combate à criminalidade. “Estamos modernizando as frotas de veículos, os equipamentos e o serviço de inteligência. Nossas corporações têm se empenhado para garantir mais segurança à população. Vamos continuar reprimindo o crime”, afirma o secretário. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)