21 de março de 2019 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Levantamento
10-01-2019 | 17h25
Número de infrações de trânsito cai em Goiás
Multas tiveram recuo de 8,2%. Excesso de velocidade é a principal falha do condutor

(Foto: Divulgação)

O número de infrações de trânsito em Goiás apresentou queda de 8,2% em 2018 na comparação com o ano anterior, passou de 3,21 milhões para 2,94 milhões. Por outro lado, em Goiânia as multas aumentaram 10,17%, saindo de 919 mil para 1,01 milhão. O levantamento foi feito com dados do Detran-GO e considera notificações feitas por todos os agentes autuadores (Polícias militar e federal, Agetop, SMTs e Detran).

O excesso de velocidade é a infração de trânsito mais cometida no Estado, 55%. Dos condutores flagrados no ano passado, 1,53 milhão trafegavam em velocidade até 20% acima do limite da via, 315,78 mil em velocidade de 20 a 50% acima do limite, e 53,53 mil acima de 50% do estabelecido.

O hábito de usar o farol baixo aceso nas rodovias durante o dia ainda não se tornou unanimidade entre os goianos. No ano passado, foram feitas 330,33 mil autuações por esse motivo. Os condutores foram multados (R$ 130,16) e tiverem quatro pontos prenotados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Em 2018, ocorreram 114,13 mil notificações pelo não uso do cinto. Outros 100 mil condutores foram flagrados avançando o semáforo vermelho ou a sinalização de pare. Ambas infrações são gravíssimas, o que rende sete pontos na CNH, além de multa.

 
(62) 3095-8700