24 de março de 2019 - domingo

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
estímulo
19-02-2019 | 12h25
Correios promove Concurso Internacional de Redação de Cartas
A ação tem o objetivo de incentivar crianças e adolescentes a expressarem a criatividade e aprimorarem seus conhecimentos linguísticos

Da Redação

De principal meio de correspondência a item raro, a carta passou por uma grande mudança nas últimas décadas. Aquela tradicional, manuscrita, com mensagens pessoais, quase não se vê mais. Mas a carta não só ainda existe como continua sendo o principal objeto transportado pelos Correios. Atualmente, a maior demanda é relacionada a “cartas comerciais”, como faturas, extratos e outros documentos burocráticos. Essa transformação em um dos mais antigos meios de comunicação utilizados pelo homem se deve às novas tecnologias, que deixaram a troca de informações instantânea na internet, seja por e-mail ou aplicativos de celular.

Para os professores é um desafio ensinar o gênero textual a jovens que nunca enviaram ou receberam uma carta. Mas além de uma enriquecedora lição escolar, apresentar a carta às crianças e aos adolescentes pode render prêmios em dinheiro, tanto para a escola quanto para o aluno. É o que propõe o Concurso Internacional de Redação de Cartas, promovido pela União Postal Universal e realizado no Brasil pelos Correios.

O Concurso, que está com inscrições abertas na sua 48ª edição, tem como objetivo incentivar crianças e adolescentes a expressarem a criatividade e aprimorarem seus conhecimentos linguísticos por meio da escrita de cartas. A disputa é aberta a estudantes de até 15 anos de idade, que podem se inscrever até 15 de março, por meio de suas escolas, sejam públicas ou privadas. O tema deste ano é “Escreva uma carta sobre o seu herói”.

Os três primeiros colocados na fase estadual e as respectivas escolas recebem prêmios em dinheiro. Para o primeiro lugar o valor é de R$ 2.000,00 para o aluno e R$ 2.500,00 para a escola. O vencedor da fase nacional, além de troféu e R$ 5.000,00, representará o Brasil na etapa internacional. A escola receberá o valor de R$ 10.000,00.

Em 2018, a estudante de Goianésia Júlia Bertonsin Brito, 14, venceu a fase estadual do concurso ao escrever uma carta pela primeira vez. Acostumada a se corresponder pelo WhatsApp, ela considera que essa foi uma experiência única. “Foi algo incrível e muito gratificante pra mim. Além do prêmio, conhecer mais esse tipo de texto foi muito bom e importante para o meu aprendizado”, descreve.

A professora Cláudia Silvia de Morais, da Escola Maria Imaculada, de onde saiu a campeã do ano passado, considera que o estudo das cartas ainda é um importante exercício para o aprimoramento da comunicação escrita, especialmente pela carga de afetividade presente nesse meio de comunicação. Em plena era das mensagens digitais, a escrita da carta, segundo ela, é algo surpreendente para os jovens . “Inicialmente, a reação deles é de apatia. Mas quando se enaltece o valor subjetivo expresso numa folha de papel e o vínculo afetivo que se estabelece nessa interação, certamente a reação é de entusiasmo e dedicação. Não apenas escrever, mas encantar”!

Histórico

Em Goiás, o concurso recebeu no ano passado as redações de 433 estudantes, de 195 escolas públicas e particulares. O estado tem um bom histórico na disputa. Em 2017, a representante goiana, Emilly Oliveira Rodrigues, de apenas 11 anos de idade, recebeu uma menção honrosa na fase nacional. Em 2016, a carta de Lucas Bueno Teixeira, 15, da cidade de Mineiros, conquistou o segundo lugar nacional. Goiás também já recebeu o prêmio máximo ao vencer a etapa internacional em 2006, com a estudante Laura de Paula Silva, de Goianésia.

O Brasil, com três medalhas de ouro, é o segundo colocado em número de vitórias na fase internacional do concurso, que acontece desde 1972. O país está atrás apenas da China, que venceu cinco vezes.

O regulamento completo do Concurso Internacional de Redação de Cartas está disponível no site dos Correios, no endereço http://www.correios.com.br/sobre-correios/sustentabilidade/vertente-social/concurso-internacional-de-redacao-de-cartas. 

 

(62) 3095-8700