22 de maio de 2019 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.EUR.valor | number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Desdobramentos
19-04-2019 | 10h45
Eduardo Costa é condenado após chamar apresentadora de “imbecil”
Ele deverá cumprir 50 horas de trabalho comunitário durante um mês

Da Redação

Eduardo Costa perdeu um processo movido pela apresentadora Fernanda Lima e foi condenado a cumprir 50 horas de trabalho comunitário durante um mês. A ação foi iniciada após o sertanejo chamar a global de “imbecil”, em 2018. A pena foi sugerida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ).

Em dezembro do ano passado, Fernanda Lima fez uma publicação no Instagram para comentar o processo. “Depois de ser difamada, agredida e ameaçada por ele através de um post indignado, procurei orientação jurídica a fim de proteger a mim e à minha família. Fui orientada a processá-lo, pois dessa forma inibiria agressões futuras. E assim o fiz”, explicou, escreveu ela, que inicialmente pediu uma indenização de R$ 100 mil por danos morais. Ambos não se posicionaram sobre o assunto.

Relembre

Durante o programa que apresentava na Rede Globo, Amor e Sexo, Fernanda Lima criticou o conservadorismo no Brasil. As frases da loira repercutiram e ganharam comentários nas redes sociais. Um deles foi do cantor.

Chamando-a de “imbecil” nas redes sociais, o cantor sertanejo, em uma publicação no Instagram, chegou a dizer que “a mamata vai acabar” e que “a corda sempre arrebenta para o lado mais fraco e o lado mais fraco hoje é o que ela está”.

Após a repercussão do texto, Eduardo Costa pediu desculpas na web e na televisão, durante uma entrevista ao programa ‘Conversa Com Bial’, da Rede Globo.

 
(62) 3095-8700