Segunda-feira, 22 de julho de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Assassinatos em Campinas eram comandados de dentro da penitenciária

Postado em: 12-07-2019 as 16h40
Douglas, o “Cara de Cavalo”, liderava organização criminosa que abastecia a região também com armas e drogas.

Nielton Soares

A Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) solucionou os crimes praticados na região de Campinas, nesta sexta-feira (12). Os homicídios iniciados em 2018 para cá eram praticados por uma organização criminosa. E, seu comando era feito de dentro da penitenciária por Douglas Alves Machado, o “Cara de Cavalo”.

A policia descobriu ainda que ele liderava o abastecimento de armas e drogas na região. Douglas e, comparsas (Victor Hugo Ferreira Martins, Bruna Arantes de Souza, Gustavo Fernandes, Danilo Batista, Gilmar da Silva Ferreira Júnior e Artur Simões) tiveram pedidos de prisão preventiva. Outras duas menores foram identificadas e apreendidas.   

A DIH começou a esclarecer os crimes a partir do assassinato do menor Francisco Manoel Pantoja Anunciação, em setembro do ano passado. O adolescente foi executado com aproximadamente 25 tiros. Antes disso, houve uma abordagem da polícia e ele, “supostamente”, havia apontado o local onde a quadrilha escondia drogas e armas. 

No local indicado, os policiais encontraram, além de armas, motos roubadas. As residências pertenciam a outros dois membros do grupo, Gilmar e Gustavo. Os dois foram presos, mas liberados após audiência de custódia e pouco tempo depois houve a execução do adolescente.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar