Sexta-feira, 13 de dezembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Café em excesso pode aumentar risco de hipertensão

Postado em: 20-07-2019 às 15h00
Mais de três xícaras de café por dia aumenta chance de hipertensão entre predispostos. Foto: Agência Brasil

Da Redação

Um estudo feito na Universidade de São Paulo (USP) mostra que o hábito de consumir mais do que três xícaras de café por dia aumenta em até quatro vezes a chance de pessoas geneticamente predispostas apresentarem níveis elevados de pressão arterial. A pesquisa foi publicada na revista “Clinical Nutrition”, da Sociedade Europeia de Nutrição Clínica e Metabolismo.

O trabalho analisou fatores genéticos, consumo de café e níveis de pressão arterial de 533 pessoas, com mais de 20 anos. Na pesquisa, foram considerados como pressão alta valores acima de 140 por 90 milímetros de mercúrio (14 por 9). Nos resultados, não foi observada associação significativa entre o café e os níveis de pressão arterial no caso de pessoas que consumiam até três xícaras ao dia, mesmo em pessoas com predisposição. Porém, tomar mais que esta quantidade — que equivale a 150ml da bebida — aumenta o risco de hipertensão.

As análises estatísticas mostraram que, à medida que aumentava o escore de risco e a quantidade de café consumida, crescia também a chance de o indivíduo apresentar pressão alta . Nos voluntários com pontuação mais elevada e consumo diário superior a três xícaras, a chance de pressão alta foi quatro vezes maior que a de pessoas sem predisposição genética.

Por outro lado, suspender por completo o consumo de café não significa minimizar o risco de pressão arterial elevada. Um artigo anterior publicado pela mesma pesquisadora encontrou agentes benéficos no líquido que é tão querido pelos brasileiros.

* Com informações da Agência Brasil

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar