Terça-feira, 10 de dezembro de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Mulher é presa suspeita de matar marido por não aceitar fim de relacionamento

Postado em: 03-12-2019 às 08h30
Segundo a corporação, a mulher esperou o marido dormir para atear álcool e fogo sobre ele| Foto: Divulgação

Eduardo Marques

A Polícia Civil (PC) apresentará na manhã desta terça-feira (3/12) uma mulher suspeita de atear fogo contra o marido, em Goiânia. Segundo a corporação, Rosemir de Araújo Gueremito de Souza, de 51 anos, teria ateado fogo contra o marido, Chanter Ley Pereira de Almeida. Segundo a corporação, a mulher esperou o marido dormir para atear álcool e fogo sobre ele. O homem teve 90% do corpo queimado e morreu no hospital três dias após o crime.

Conforme a apuração, o crime aconteceu no dia 24 de outubro deste ano, no Residencial Santa Efigênia, em Goiânia. A acusada Rosemir teria esperado Chanter dormir após uma discussão. Em seguida ela jogou álcool sobre ele e depois ateou fogo contra o marido, que teve 90% do corpo queimado. A vítima morreu no hospital três dias depois. A mulher confessou, à corporação, que ateou fogo em Chanter Ley por não aceitar o término do relacionamento.

De acordo com informações da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), a prisão da mulher aconteceu por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios, no último dia 28 de novembro. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar