Domingo, 12 de julho de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Homem preso por cultivar skunk diz ter aprendido sobre plantio no Youtube

Postado em: 30-06-2020 às 10h30
A Polícia Militar foi até a residência do suspeito e descobriu que o local funcionava como plantio. Foram encontrados diversos várias variedades de maconha e o lucro seria em torno de R$ 80 mil - Foto: Divulgação/PM

Marcella Vitória

Um suspeito de cultivar maconha geneticamente alterada conhecida como skunk foi preso na segunda-feira (29), em Goianira. A Polícia Militar foi até a casa dele após receber uma denúncia anônima. Após a abordagem, a equipe o cheiro de maconha e descobriu que o local funcionava para o plantio.

Uma estufa com 29 pés da planta foi encontrada na residência e todos os pés de maconha geneticamente alterados foram encontrados quase no ponto de colheita. O homem esperava colher cerca de 1 kg de skunk, e teria dito aos policiais que o produto seria vendido a cerca de R$ 80 o grama, gerando um lucro de cerca de R$ 80 mil. 

O suspeito confessou ainda que cultivava a maconha após ter aprendido todo o manejo por meio de vídeo do Youtube. Ele também revelou que investiu cerca de R$ 10 mil para aquisição e montagem da estufa. A compra das sementes, insumos e equipamentos foram realizados pela internet.

De acordo com PM, ele cultivava skunk de várias qualidades, conhecidas como amnesia, camorra cookies, sour diesel, gorila, blueberry e bruce banger. O suspeito foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e encaminhado para a Central de flagrantes, em Goiânia. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar