Segunda-feira, 28 de setembro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Cidades

Mais de 3.600 pessoas desaparecem em Goiás, revela Segurança

Postado em: 14-08-2020 às 19h00
Apenas de janeiro a junho foram registrados quase 1.400 casos de desaparecimentos no Estado, sendo 730 identificados, segundo SSP-GO | Foto: Reprodução.

Nielton Soares

Um levantamento da Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) mostrou que no ano passado 3.648 pessoas foram registradas como desaparecidas no Estado. E, que apenas neste ano de janeiro a junho já são quase 1.400 casos de desparecimentos.

A pasta informou ainda que o banco de dados Goiás Biométrico já conseguiu identificar 730 indivíduos que estavam desaparecidos há anos. Por meio do trabalho iniciado em 2019, cuja equipe especializada da Polícia Civil trabalha na investigação de casos antigos, unificando e cruzando informações.

“Até o momento (agosto de 2020) a Coordenação de Desaparecidos já identificou 759 cadáveres que passaram todos esses anos ignorados. Desses, 730 foram identificados pelo banco de dados do Goiás Biométrico e 29 foram identificados pelo AFIS da Polícia Federal”, afirma a coordenadora da seção de pessoas desaparecidas do Instituto de Identificação do Estado de Goiás, Simone de Jesus.

Já no Brasil, os números são também assustadores. Os dados do cenário nacional mostram que a cada 11 minutos, pelo menos uma pessoa desaparece.

Caso Danilo

Recentemente, o caso do menino Danilo de Sousa, de 7 anos, assassinado pelo vizinho no Parque Santa Rita, trouxe à tona as angústias de um caso de desaparecimento. O menino tinha saído de casa para visitar os avós no dia 21 de julho e nunca mais foi visto com vida.

Autoridades buscaram a criança por dias até que cães farejadores do Corpo de Bombeiros de Goiás (CMB-GO) encontraram um corpo em estado de decomposição a cerca de 100 metros da residência onde a vítima morava com a família.

A identidade do corpo foi feita pelos datiloscopistas e papiloscopistas do Instituto de Identificação da Polícia Civil (PC) no mesmo dia. Esse resultado rápido só foi possível porque a criança tinha a Carteira de Identidade emitida recentemente e as digitais dele estavam armazenadas no banco de dados do Estado.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar