Cidades

Em 24 horas, Goiás registra 59 novos óbitos por covid-19

Postado em: 23-02-2021 às 15h10
Estado registrou 2.874 novos casos da doença no período | Foto: Reprodução

Luan Monteiro

Dados do Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), na tarde desta terça-feira (23/2), registram 2.874 novos casos e 59 novos óbitos causados pelo novo coronavírus.

De acordo com a pasta, o Estado já possui 384.773 casos confirmados da doença. Destes, há registro de 369.515 pessoas recuperadas da doença. Também há 328.149 casos suspeitos em investigação e já foram descartados 227.702 casos.

O número de óbitos em Goiás chegou a 8.360, o que significa uma taxa de letalidade de 2,17%. São investigados 245 óbitos suspeitos, e 59 já foram descartados.

Segunda onda

Na manhã da última segunda-feira (22/2), o governador Ronaldo Caiado (DEM) adotou um tom de preocupação em relação à pandemia. Segundo Caiado, março será o pior mês de enfrentamento do vírus, devido a chegada de novas variantes. 

O governador também reforçou a necessidade de medidas de segurança para evitar a disseminação do vírus “Por favor, eu peço que mantenham o uso de máscara, o afastamento, a higienização das mãos, porque a demanda está sendo muito maior que na primeira onda”, afirmou.

Monitoramento

Na última semana, a SES lançou um novo formato de monitoramento da disseminação do vírus no Estado. Ele classifica, semanalmente, as regiões conforme a gravidade da curva de contágio pela Covid-19 e outros indicadores. A partir disso, uma nota técnica da pasta recomenda como cada município deve proceder.

O governador cobrou e destacou a importância “da ação de decisão dos prefeitos, junto à fiscalização que será implantada pelo Ministério Público de Goiás” em relação às possíveis novas regras adotadas por cada município.

As medidas têm expectativas de reduzir o número de pessoas acometidas pela doença a partir dessa estratégia conjunta. “As nossas medidas são essas, que já tomamos. Continuaremos a avaliação, região a região. É lógico que em um parâmetro de uma semana pode ser mudado, e espero que sim”, concluiu.

Leitos

Nesta terça-feira (23/2), a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais estaduais chegou a 92.37% em Goiás. O Estado possui 380 leitos de UTI, destes, 331 estão ocupados, 20 bloqueados e apenas 29 estão disponíveis. 

Já em leitos de enfermaria, o número é um pouco mais confortável, mas ainda é preocupante. Dos 417 que Goiás possui, 265 estão ocupados, 29 bloqueados e 123 disponíveis. O que representa uma taxa de ocupação de 70,5%.

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar