Cidades

Profissionais do sistema de transporte coletivo anunciam greve a partir desta sexta (09/04)

Postado em: 07-04-2021 às 16h43
Profissionais da Região Metropolitana de Goiânia querem uma resposta sobre quando serão vacinados | Foto: Rayllander Almeida

Jailson Sena

Os trabalhadores do transporte público da Grande Goiânia decidiram entrar em greve a partir da meia noite desta sexta-feira (09/04). O motivo é que a categoria reivindica prioridade na vacinação contra a Covid-19 por serem serviço essencial. Além disso, eles alegam a falta de resposta sobre alguma previsão de imunização dos profissionais. 

“Queremos uma resposta do poder público, o índice de contaminação está alto e estamos com mais de 300 contaminados e com 23 mortes, além dos riscos que levamos para a família”, disse o diretor financeiro do  Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano de Goiânia e Região Metropolitana (Sindcoletivo), Carlos Alberto Luiz dos Santos em entrevista ao O Hoje.

O diretor também reclama que os equipamentos necessários para o combate ao novo coronavírus é insuficiente. “As empresas disponibilizam os cuidados apenas nas garagens, mas os trabalhadores permanecem mais nos terminais e lá não possuem os equipamentos de proteção individual”, afirma.

Com a greve, o objetivo é chamar a atenção dos órgãos competentes para que ocorra ações para o trabalho seguro dos profissionais durante a pandemia. “Acreditamos que a partir do momento da paralisação que o Tribunal do Trabalho se mexa, aceite o estado de greve e convoque uma audiência com os patrões e se possível com os representantes estadual ou municipal”, finaliza Carlos.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar