Cidades

Governo Ibaneis despeja famílias e prende 4 pessoas em ocupação no DF

Postado em: 07-04-2021 às 19h20
Manifestantes foram atacados durante uma reintegração de posse na ocupação CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília | Foto: reprodução

Nathan Sampaio

A Polícia Militar do Distrito Federal (PM-DF) prendeu os ativistas Thiago ÁvilaThiago Ávila, Erika Oliveira, Caio Sad e Pedro Filipe por resistir à ação opressora do governo de Ibaneis Rocha na tarde desta quarta-feira (7/4), durante ação de despejo de famílias da ocupação CCBB, (Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília.

De acordo com o site UOL, uma transmissão ao vivo no Instagram mostrou um dos ativistas que estavam presentes no local e que registrou o momento da prisão do socioambientalista Thiago Ávila Brasil, preso pelo segunda vez em menos de um mês por conta das manifestçaões. Segundo o governo do DF, os ativistas foram detidos por "desobediência" e levados à Delegacia do Meio Ambiente. "Cabe destacar que o terreno é do GDF e não há previsão de moradias para o local", disse o governo por meio de nota. 

O assunto logo se tornou trending topics no Twitter, após várias pessoas influentes ajudarem na divulgação do que a polícia estava fazendo a mando do governador Ibaneis. Dentre essas pessoas, a socióloga e youtuber Sabrina Fernandes, que é casada com Thiago, usou suas redes sociais para denunciar a ação. "A PM acaba de levar meu marido preso pelos braços e pernas no DF a mando do governador @IbaneisOficial !!!!", escreveu Fernandes na rede social.

Vale lembrar que na segunda-feira (5), mais de 30 famílias já tinham sido despejadas com tratores na região do CCBB, que fica próximo ao Palácio do Planalto. Os moradores da ocupação conseguiram impedir que tratores derrubassem a Escola do Cerrado, que foi derrubada nesta quinta (foto), e que era uma espaço criado por voluntários durante a pandemia para garantir o acesso à educação para crianças que viviam no local.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar