17 de janeiro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Concursos
Boa maré
13/12/2017 | 16h45
Orçamento de 2018 presume bom cenário para concursos públicos
No total, estima-se que haja 11 mil oportunidades em mais de 40 órgãos públicos, entre ministérios, institutos, agências reguladoras e estatais

Para quem é concurseiro, 2017 pode até ter sido um ano de poucas oportunidades. No entanto, o período que pode ter sido usado para se fortalecer nos estudos deverá ser quebrado por 2018. A expectativa é de que o ano reserve boas notícias no que diz respeito ao número de vagas. O Poder Legislativo terá até o dia 22 de dezembro para analisar e propor alterações no texto do projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), em que constam autorizações para a criação de vagas e admissões de novos servidores.

No documento são citadas oportunidades para órgãos como o Senado Federal, Câmara dos Deputados, Tribunal de Contas da União e outros. Outros cerca de 40 órgãos públicos, ministérios, institutos, agências reguladoras e estatais também tiveram seus pedidos protocolados, com oportunidades para níveis médio e superior, com salários que chegam até à casa dos R$ 20 mil.

Depois de sancionada, os projetos cabíveis na Lei Orçamentária Anual terão vagas disponibilizadas para preenchimento no decorrer do próximo ano. Já estão previamente autorizados concursos da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), com 300 vagas; Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com disponibilidade de 300 veterinários efetivos e 300 temporários; e Advocacia-Geral da União (AGU), com 100 vagas voltadas para a área de apoio.

No total, serão 6.564 vagas para criação e 4.404 para provimento em vários cargos. No Legislativo, existem 89 chances para a Câmara dos Deputados, 70 para o Senado Federal e 10 para o Tribunal de Contas da União.

No Poder Judiciário, estima-se que 53 vagas existam para o Supremo Tribunal Federal (STF), 720 para o Superior Tribunal de Justiça, 3.427 para a Justiça Federal, 780 para a Justiça Militar da União, 987 para Justiça do Trabalho, 58 para a Justiça do Distrito Federal e dos Territórios e oito para o Conselho Nacional de Justiça.

Por fim, no Poder Executivo haverá 3.220 oportunidades distribuídas entre a substituição de terceirizados, militares (Aeronáutica, Exército e Marinha) e Fundo Constitucional do Distrito Federal. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)