19 de setembro de 2018 - quarta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Concursos
Consulta
27/12/2017 | 18h15
Sai resultado do processo seletivo para vigilantes penitenciários
O processo seletivo, estabelecido estava suspenso pelo Tribunal de Justiça de Goiás desde janeiro de 2017. No entanto, uma nova decisão judicial tornou sem efeito a suspensão

A Escola de Governo Henrique Santillo, da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), divulga o resultado preliminar do Processo Seletivo Simplificado para a contratação de Vigilantes Penitenciários Temporários. O processo seletivo, estabelecido no Edital 010/2016, estava suspenso pelo Tribunal de Justiça de Goiás desde janeiro de 2017. No entanto, uma nova decisão judicial tornou sem efeito a suspensão.

A partir da divulgação os candidatos que desejarem poderão interpor recurso contra o resultado preliminar, exclusivamente pelo Portal do Servidor no link http://www.portaldoservidor.go.gov.br/post/ver/216382/pss-edital-010-2016-seap-vpt.

O prazo para recurso começou às 8 horas desta quarta-feira, dia 27, e será encerrado às 18 horas de quinta-feira (28). O resultado final do certame será divulgado na sexta-feira, dia 29. Após a divulgação do resultado, os candidatos poderão ser convocados para a contratação pela Superintendência Executiva de Administração Penitenciária.

O processo simplificado selecionou 2.374 candidatos do sexo masculino e 1.186 do sexo feminino. Após a assinatura dos contratos, os candidatos assumirão seus postos em 14 Regionais da Superintendência de Administração Penitenciária, pelo prazo de um ano. 

Foto: Reprodução

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)