19 de fevereiro de 2018 - segunda-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Concursos
Adiado
14/02/2018 | 13h25
Após recomendações do TCM, concurso do AparecidaPrev é suspenso
O edital do concurso foi divulgado em 29 de novembro. As vagas eram para os níveis médio, técnico e superior com salários de R$ 937 até R$ 4 mil

Está suspenso o concurso do Fundo de Previdência dos Servidores de Aparecida de Goiânia (AparecidaPrev), na Região Metropolitana da capital. A medida da suspensão partiu de uma recomendação do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM). O edital previa a seleção de 29 servidores. As inscrições começaram em 3 de janeiro e se estenderam até o último dia 8 de fevereiro. A taxa de pagamento foi de R$ 65 a R$ 110. 

A interrupção do concurso ocorreu no dia em que se encerrava o período de inscrições. Segundo o edital que determina a suspensão, o novo cronograma do processo seletivo será divulgado após o término da medida.

Através de nota, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia informou que está “reunindo todos os documentos necessários para a apresentação da defesa” junto ao TCM e espera apresentá-los na quinta-feira (15). Além disso, ressaltou que, com a revogação da suspensão, “os trâmites do certame serão retomados e as provas realizadas normalmente, não havendo necessidade de reembolso aos inscritos”.

Concurso

O edital do concurso foi divulgado em 29 de novembro. As vagas eram para os níveis médio, técnico e superior com salários de R$ 937 até R$ 4 mil.

Veja aqui o edital do concurso

Está prevista para a próxima quarta-feira (21) a divulgação das inscrições homologadas. Entretanto, para que isto ocorra, é necessária a revogação da suspensão. As provas estavam marcadas para 11 de março. 

Com informações do G1 Goiás. Foto: Reprodução 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)