16 de outubro de 2018 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Concursos
No Brasil
10/09/2018 | 06h00
Embracon abre mais de 100 vagas para pessoas com deficiência
Para se inscrever, os candidatos com deficiência física, visual ou auditiva devem fazer o cadastro pelo site

A Embracon, empresa especializada em consórcios há 30 anos no mercado, está com mais de cem vagas abertas para Pessoas com Deficiência (PcD) atuarem na área comercial da empresa. Podem se candidatar profissionais de todo o Brasil e de diferentes níveis de formação. Para se inscrever, os candidatos com deficiência física, visual ou auditiva devem fazer o cadastro pelo site www.embracon.com.br.

A iniciativa faz parte da política de RH da Embracon, que visa, entre outros aspectos, incentivar a integração entre profissionais de diferentes perfis, vivências e gerações com o objetivo de contribuir com um ambiente de trabalho mais dinâmico e inclusivo. Além disso, a empresa foi ranqueada, pelo décimo ano consecutivo, entre as 150 “Melhores Empresas para Trabalhar – GPTW Brasil na categoria “Grande Porte”.

“O objetivo da Embracon é contar com grandes talentos e profissionais capacitados. Temos espaço para todos os perfis de profissionais e nossa equipe está preparada para recebê-los e fazer com que o ambiente de trabalho seja um lugar rico para o desenvolvimento profissional e no qual todos se sintam bem”, destaca Brenda Donato, Gerente de RH da Embracon.

O que buscam os profissionais

Um levantamento realizado pela consultoria i.Social, feito com 2.448 respostas, sendo 1.091 de Pessoas com Deficiência ou mobilidade reduzida, 1.240 de profissionais de RH e 117 de líderes de empresas; constatou que 64% das PcDs procuram por qualquer tipo de oportunidade relacionada ao seu perfil profissional, independente de a vaga ser ou não dirigida a PcDs.

Além disso, a maior parte das PcDs buscam por vagas em sites de emprego online (30% das respostas), seguida do site das empresas (23%) e redes sociais (15%). Os profissionais de RH também buscam os candidatos em sites de empregos (22%), mas também adotam estratégias como indicações (20% das respostas) ou ONGs (16%).

Os três principais itens que mais atraem as pessoas com deficiência ao escolher uma vaga são, respectivamente, o salário (20%), plano de carreira (18%) e pacote de benefícios (15%). “Os colaboradores valorizam a empresa que incentiva a inclusão social e se sentem orgulhosos de poder contribuir, de alguma maneira, para a evolução das pessoas com deficiência no dia a dia. Dessa forma, desenvolvemos para uma cultura organizacional positiva e isso, consequentemente, gera um ambiente melhor para trabalhar”, complementa Brenda.

Valorização humana

Um dos motivos para o sucesso das práticas de gestão de pessoas da Embracon está em sua política clara e comunicação transparente com a equipe. A empresa investe em treinamentos, além de divulgar sempre as regras relacionadas aos planos de carreira, entre outros aspectos. Além dos benefícios comuns no mercado, como por exemplo, vale alimentação, vale transporte e convênio, a Embracon também disponibiliza outros, entre eles: vale casamento, o programa Conte Comigo (no qual os funcionários recebem, de forma sigilosa, orientação para problemas pessoais e emocionais por meio de uma central de atendimento via telefone), o Cruzeiro dos Campeões (premiação anual aos funcionários que contribuem com excelência e inovação em suas atividades durante o ano), licença maternidade de seis meses e licença paternidade de 20 dias, bolsa educação, lanche do estudante e da gestante e folga no dia do aniversário. Todos esses benefícios para valorizar, ainda mais, as relações humanas.

 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)