24 de agosto de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Cinema
20/03/2017 | 16h00
Filme dos Power Rangers trará primeira personagem lésbica em filmes de herói
O diretor Dean Israelite afirmou que Trini, a ranger amarela, está se descobrindo no longa

Toni Nascimento

A atualização do clássico Power Rangers para os cinemas trará uma novidade para os filmes do subgênero de super-herói. Uma das protagonistas, a ranger amarela, será a primeira personagem lésbica de uma franquia de super herói no cinema.

Apesar das grandes marcas do gênero Marvel (Estúdio Marvel) e DC (Warner) estarem a muito tempo no mercado cinematográfico e com sucesso (principalmente Marvel) até o momento eles ainda não haviam inserido em suas filmografias nenhum personagem LGBT.

O diretor Dean Israelite afirmou ao The Hollywood Reporter que Trini, a ranger amarela interpretada pela atriz Becky G está se descobrindo.

“Para Trini, ela realmente está se questionando muito sobre quem é. Ela ainda não entendeu muito bem o que está acontecendo, é o que eu acho ótimo nessa cena e no que ela vai propiciar para o restante do filme é: ‘Está tudo bem’. O filme está dizendo: ‘tudo bem’ para todas as crianças que estão tentando entender quem são e querem encontrar sua tribo” afirmou.

Neste mesmo mês, na última semana estreou nos cinemas o filme “A Bela e a Fera” da Disney, que foi o primeiro longa do império de Mickey Mouse a trazer um personagem assumidamente gay.

Esse é o primeiro passo da Lionsgate rumo a diversificação, mas a algum tempo a Disney vêm trilhando novos caminhos e saindo da zona comum dos seus filmes.  

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)