14 de dezembro de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
LITERATURA
17/04/2017 | 06h00
Obras sobre convivência social e violência ganham reformulações

Desde criança, aprende-se a dividir os brinquedos com irmãos ou amigos, a não ser pessoas preconceituosos, a não agredir alguém seja verbal ou fisicamente, etc. Essas e outras regras comuns são imprescindíveis para um bom convívio social. Nesse sentido, a Editora Moderna lançou novas edições de duas obras das escritoras Maria Lúcia de Arruda Aranha e Maria Helena Pires Martins que ajudarão crianças e adolescentes a refletirem sobre questões de cidadania. 

No livro Entre a Espada e a Palavra – Violência ou Diálogo, Maria Lúcia de Arruda Aranha explica os tipos de violência, ressaltando que algumas delas não são tão explícitas e, por isso, supõem uma conscientização maior dos indivíduos. O nome da obra faz alusão às formas de solução geralmente dadas aos conflitos humanos: a força física e o diálogo.

De forma didática, a escritora esclarece assuntos como agressões contra mulher,cyberbullying, terrorismo, xenofobia, racismo, genocídio, violência contra os animais, contra a natureza, dentre outros. Também discorre em questões como direitos humanos, gêneros, segurança pública, diferença entre discriminação e preconceito – e outros assuntos vinculados ao tema do título. Após a constatação de tantas expressões de violência que atingem a sociedade, o livro convida os leitores a uma reflexão sobre o desejo de paz, e propõe que todos estejam atentos à maneira como se convive em família, no trabalho, nas relações sociais e políticas com a natureza.

Em Eu e os Outros – As Regras da Convivência, Maria Helena Pires Martins usa da palavra, do diálogo, do argumento e razão para ensinar, de forma didática, por que existem regras que regulamentam as relações entre familiares, colegas de trabalho e até mesmo estranhos. Essas normas estão presentes no dia a dia, mas nem sempre se sabe quem as criou, por que foram elaboradas e se são realmente necessárias.

Com base em quatro tipos de regras que orientam a conduta na sociedade – a boa educação, proteção, organização e regras morais – a autora expõe, problematiza e exemplifica aspectos significativos da moral moderna. É entendendo e sabendo lidar com as normas que se aprende a ter respeito pelos outros e por nós mesmos.

Recheadas de ilustrações, as obras – ideais para o uso em sala de aula – fazem parte da série Aprendendo a Com-Viver e estão sendo reformuladas com novo projeto gráfico e capa. São dez títulos que estimulam as discussões sobre ética e cidadania, tão importantes para a educação de valores.

Maria Helena Pires Martins é doutora e livre-docente em Artes pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (USP).Maria Lúcia de Arruda Aranha graduou-se em Filosofia na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)