29 de abril de 2017 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
VIAGEM
17/04/2017 | 06h00
A serra gaúcha de Caxias do Sul
Castelos, vinhos, Festa Nacional da Uva e beleza natural são atrações na cidade

BRUNA POLICENA

Dentre as inúmeras belezas e paisagens gaúchas, a cidade de Caxias do Sul reúne diversas atrações turísticas para quem procura passeios pelas famosas serras do Rio Grande do Sul, passando pelos vinhedos, tradicionais castelos, grutas, cachoeiras e imensos buracos e paredões de pedra, os chamados cânions. A cidade já foi ‘forrada’ de neve em 2013, e todo ano, normalmente no período entre os meses de abril a setembro, as temperaturas mínimas podem chegar até em -2,5ºC. 

Caxias do Sul foi erguida onde o Planalto de Vacaria começa a se fragmentar em vários vales, sulcados por pequenos cursos de água, com o resultado de ter uma topografia bastante acidentada na sua parte sul. A área era habitada por índioscaingangues, que foram desalojados violentamente pelos chamados bugreiros, abrindo espaço, no fim do século 19, para a colonizaçãopor imigrantes europeus. Em sua maioria eram italianos, da região do Vêneto(região do nordeste da Itália), e de outras origens como alemães, franceses, espanhóis e polacos. 

Atrações

A tradicional Festa Nacional da Uva ocorre a cada dois anos, nos meses de fevereiro e março, em Caxias do Sul. Apesar de a cidade não ser o principal alvo dos turistas, o evento atrai pessoas de todo lugar para a tradicional festividade da uva. A próxima festa serárealizada entre os dias 22 de fevereiro e 11 de março de 2018. 

A Estrada do Imigrante fica na região conhecida como Terceira Légua e foi o caminho percorrido pelos imigrantes italianos que foram para o Rio Grande do Sul. O caminho reúne restaurantes, museus, pousadas, dentre outros atrativos, além das belezas do interior caxiense. Apesar de seu valor histórico e ser bem sinalizado e asfaltado, em grande parte dos trechos o roteiro carece de visitantes. 

No caminho percorrido, os turistas encontram a Igreja São Pedro/São Paulo. Logo depois da igreja, à esquerda, chegam até a Gruta Nossa Senhora de Lourdes. Perto da Gruta,está a antiga igreja de pedra, e, mais adiante, uma vinícola. A estrada sem asfalto da gruta termina na BR-116, perto de Galópolis. Há também um museu dedicado aos imigrantes, onde funciona uma pousada.

O cânion Palanquinhos é outra atração natural da cidade, e, para quem busca aventura, neste parque é possível caminhar ao lado de fendas de 80 metros, fazer caminhadas, water trekking, rapel e tantas outras atividades. A caminhada total é de 5km com trechos em aclive e declive, cursos de água e passagem por obstáculos como rochas e troncos. Para a travessia do cânion, há equipes preparadas, e toda estrutura de transporte e guia já é inclusa, em um pacote, oferecido dentro do próprio parque. São montadas equipes de até 12 pessoas para acompanhar o passeio.

Castelos

O Chateau Lacave é o resultado de um sonho do empreendedor uruguaio Juan Carrau, que seguiu uma planta original de um Castelo Medieval espanhol do século 11. Seu objetivo era montar, ali, uma vinícola e elaborar vinhos finos, e essa tradição é mantida até hoje. A construção do castelo começou em 1968 e durou dez anos. Desde 2001, o Lacave é administrado pela Família Basso, tradicional na região no ramo vitivinícola.

O Castelo, hoje, é um marco turístico para a região, recebendo turistas de todos os lugares. É também reconhecido como um centro de enogastronomia (estudo da relação do vinho com a comida)por meio de seu restaurante, que oferece uma rica gastronomia para completar a harmonização com vinhos e espumantes. O castelo também aluga quatro ambientes para eventos reservados: Sala Vip, Salão dos Nobres, Salão das Bandeiras e Salão Real.

Vinícolas

É no vinhedo que se define se o vinho terá ou não qualidade. O vinhedo tem um papel primordial na qualidade do vinho, o que os franceses chamam de “terroir”, emprestando este termo para todo o mundo vitivinícola. O terroir é um conjunto de fatores geográficos, climáticos, geológicos e biológicos, únicos, e que não se repetem de vinhedo para vinhedo. Com isso, antes de se aprender a conhecer um vinho, é importante conhecer a sua raiz e a sua origem.

Atualmente, todos os vinhedos da vinícola são no sistema de condução espaldeira simples, com acompanhamento técnico desde a poda seca até a vindima, proporcionando, assim, uvas de qualidade superior. O Lacave é especializado na elaboração de vinhos finos, ou seja, vinhos obtidos através de uvas viníferas ou europeias, onde podemos citar as seguintes variedades: uvas tintas(Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Tannat e Merlot) e uvas brancas (Sauvignon Blanc, Moscato, Chardonnay e Riesling). 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)