17 de agosto de 2017 - quinta-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Autoconhecimento
21/04/2017 | 11h55
Leo Chaves ministra palestra sobre inteligência emocional
Cantor sertanejo da dupla Victor ensina como desenvolver potenciais pessoais e profissionais

Bruna Policena 

O cantor sertanejo Leo Chaves, que faz dupla com seu irmão, Victor, também atua em áreas de conhecimento. É presidente do conselho e fundador do Instituto Hortense, que atua na educação. Nesta segunda-feira (24), ele estará em Goiânia e palestrará sobre inteligência emocional e como desenvolver potencialidades pessoais e profissionais. Ao final, apresentará um ‘Leo Chaves mais descontraído’ em um pocket show. O workshop também contará com um profissional em neurolinguística. 

Em busca de autoconhecimento, no auge da sua carreira, o cantor procurou recursos para trabalhar sua inteligência emocional que, de início, contribuiu para sanar uma crise entre sua vida pessoal e profissional e, logo, se tornou outro investimento de sua carreira, trabalhando com o público de uma forma diferente do que se espera de um cantor nos palcos. “Todo mundo imagina que eu vou subir no palco e ficar falando de música, de prêmios, CDs, DVDs, histórias de shows, e na verdade isso não acontece. O tempero é outro dessa sopa eu garanto, vale a pena provar”.

Inteligência emocional

Leo Chaves conta que, quando divide histórias baseadas no antes e depois do sucesso, o público se identifica de uma forma muito estimulante para o seu trabalho.  “Eu tenho tido um feedback muito positivo. Além disso, tenho me realizado profundamente nesse caminho. Eu não sofri nenhum tipo de preconceito. Sinceramente, o público se surpreende quando eu começo a falar de assuntos como inteligência emocional, filosofia, PNL, gestão da emoção, contexto educacional familiar e escolar”.

O cantor explica que o primeiro passo é dividido em três etapas: gerenciamento de pensamento, administração e treinamento. “Treinar atributos, recursos e ferramentas é fundamental em inteligência emocional. Eu treino disciplina, resiliência e resistência. Diariamente, nós temos oportunidade de treinar a nossa conduta, a proteção da emoção. Eu treino uma atitude mais altruísta com as pessoas, eu treino a minha paciência, minha tolerância, a partir de pequenas coisas”. 

Neurolinguística

O treinamento de imersão para se conhecer e desenvolver inteligência emocional é feita a partir de ferramentas como a programação neurolinguística (PNL). Depois do treinamento, Leo Chaves revela que sua vida mudou de maneira relevante. “Passei a ser uma pessoa mais segura, menos crítica comigo e com os outros. Hoje, consigo me colocar no lugar do outro, resolver conflitos de maneira racional. Sou uma pessoa mais calma, tranquila, resiliente, porque resolvi essas questões internas. No trabalho, passei a ser um líder e não um chefe”.

Por trás dos comportamentos, existe uma estrutura interna de pensamentos e emoções que influenciam as ações dos indivíduos e resultados que se podem alcançar em nossas vidas. E, como o próprio nome já sugere, a PNL é uma ‘programação’ que ajuda a compreender o funcionamento interno dos pensamentos, identificando os modelos mentais, para, depois, questioná-los e refletir sobre os mesmos e se necessário, ressignificá-los.

Workshop

O Instituto Você, em parceria com o Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG), promove o Workshop Show com Leo Chaves e Bento Augusto (na segunda-feira, 24). O evento, que será realizado no Teatro Rio Vermelho, é voltado para pessoas que desejam desenvolver potenciais pessoais e profissionais e alcançar seus objetivos de forma mais assertiva. As inscrições ainda estão abertas, e podem ser feitas no site oficial do evento. 

De acordo com a organização do evento, o Workshop Show terá duração de três horas, e a abertura será feita por Bento Augusto, autor de diversos livros sobre programação neurolinguística (PNL) e fundador do Instituto Você.  O cantor Leo Chaves falará sobre os benefícios da PNL para o alcance de uma vida mais equilibrada e assertiva. E também como a inteligência emocional é capaz de gerenciar as nossas emoções, facilitar as relações e a conquista de objetivos. Ao final, fará um pocket show para os inscritos presentes. 

Confira, a seguir, a entrevista que o Essência fez com o cantor – e palestrante – a respeito dessa nova experiência em sua vida. 


SERVIÇO:

Workshop Show com Leo Chaves

Onde: Teatro Rio Vermelho

Quando: 24 de abril

Horário: 19h

Inscrições: www.1234voce.com.br/workshopshow/

Valores: disponíveis no site 

Entrevista: Leo Chaves

Em que momento de sua carreira e vida pessoal sentiu a necessidade de autoconhecimento?

O autoconhecimento sempre foi algo que me atraiu. Mas, nos últimos anos, devido a uma crise emocional, fui em busca de recursos em inteligência emocional. Augusto Cury foi uma das pessoas mais importantes para mim, nessa caminhada de estudos, e me ofereceu cursos de inteligência emocional, gestão da emoção, inteligência multifocal, coaching e filosofia. E isso fez total diferença na minha vida, em todos os sentidos.

Como você relaciona a neurolinguística à sua vivência pessoal e profissional?

Eu decidi fazer alguns cursos de PNL no intuito de potencializar meu lado comunicativo, tanto nos palcos como cantor, como palestrante, já que tinha alguns projetos em andamento nesse universo. Como eu já vinha fazendo estudos de inteligência emocional, e a base da PNL é a inteligência emocional, eu pensei que pudesse ser útil, além de potencializar a comunicação. A busca pela eficácia em se relacionar é muito importante em qualquer mercado, hoje, especialmente quando se fala em liderança, além de potencializar autoestima, segurança, autoconfiança e autoconexão. De fato, existem recursos e ferramentas nesse universo que fazem a diferença.

Qual a importância de trabalhar as emoções?

Eu sinto que, hoje, é fundamental, em todos os sentidos. Na verdade, seria a base de uma conduta mais equilibrada, tanto no pessoal quanto no profissional, trabalhar as emoções e, através disso, potencializar outras áreas – como criatividade, proatividade, autonomia, autenticidade e autoconexão. Proteger a emoção é fundamental. As pessoas, atualmente, vivem um caos emocional. Vende-se a emoção a preço de banana, simplesmente por não conhecer ferramentas básicas de inteligência emocional, como pensar antes de reagir, se colocar no lugar do próximo, conhecer o histórico da pessoa. 

Qual a dica você dá para que as pessoas desenvolvam a inteligência emocional?

A base da inteligência emocional é gerenciar pensamentos. Começa por aí: você não tem controle sobre tudo que a sua mente vai arquivar, o seu cérebro arquiva independentemente da sua vontade. No computador, você escolhe o que você vai deixar ou não; na sua mente não acontece assim. Depois do gerenciamento de pensamento, tem uma questão importante, que é administração, como você administra os momentos de tristezas, de alegria, os episódios que acontecem, bem como seus relacionamentos. Como eu administro a minha ansiedade? Como eu lido com minha introspecção?

Quais as expectativas para a edição aqui em Goiânia?

O Workshop Show surgiu de um encontro com Bento Augusto. Conversamos sobre a vontade de contribuir com a humanidade, dividir experiências, e acabamos tendo a ideia de fazer um projeto, juntos, levando um pouco de inteligência emocional e PNL para as pessoas, inseridas no nosso contexto histórico, especialmente nas dificuldades, obstáculos que ambos enfrentamos na vida. Goiânia é uma cidade incrível. Tenho afinidade como o povo de Goiás. “Minerim” conversa a mesma língua. Vai ser incrível, uma noite marcante, tenho certeza! O meu intuito é contribuir com a humanidade, contribuir com o ser humano, tocar as pessoas com essas experiências.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)