16 de dezembro de 2018 - domingo

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cultura
Praias
12/03/2018 | 06h00
Belezas naturais e aconchego atraem turistas a Rio das Ostras
Além de sol e mar, cidade é ‘point’ ao anoitecer com muitos quiosques, bares e restaurantes

GABRIELLA STARNECK*


Localizada na Região dos Lagos, a cerca de 170 quilômetros do Rio de Janeiro, Rio das Ostras encanta turistas com diversas programações – das pessoas que procuram sol e a mar, ao amanhecer, às que optam por curtir noites badaladas com as delícias culinárias oferecidas por quiosques, bares e restaurantes. Museus, centros culturais, feiras de artesanatos e a variedade do comércio integram a programação de quem visita o local.

Com 28 quilômetros de litoral, águas limpas e tranquilas, Rio das Ostras é encantadora, principalmente por conta de suas belezas naturais. E para quem é adepto de uma boa infraestrutura, não se preocupe: os investimentos na formação de mão de obra garantem atendimento qualificado para o setor turístico – uma das principais atividades econômicas do município. 


História

De acordo com o site da Prefeitura de Rio das Ostras, “a origem da cidade data de cerca de 4 mil anos, quando era habitada por caçadores e coletores seminômades, cuja presença pode ser comprovada em seu solo repleto de sambaquis, com áreas de sítios arqueológicos demarcadas em 1967 por pesquisadores do  Instituto de Arqueologia Brasileira (IAB), confirmando sua pré-história.”

No início do século 20, Rio das Ostras era carinhosamente chamada de ‘Terra dos Peixes’, uma simples aldeia de pescadores com abundante pesca no rio e mar, segundo depoimentos dos antigos moradores que foram reunidos em um livro de mesmo título, primeiro exemplar do Projeto Memória da Fundação Rio das Ostras de Cultura, publicado em 1997. 

Desde a década de 1950, quando houve a construção da Rodovia Amaral Peixoto, a expansão turística de Rio das Ostras tem sido notória. A região possui algumas das mais belas praias da Região da Costa do Sol ou Baixada Litorânea e grandes investimentos na área cultural pela Fundação Rio das Ostras de Cultura. A emancipação político-administrativa da cidade ocorreu recentemente, em 10 de abril de 1992. Contudo, apesar de ser uma cidade nova, o local já é reconhecida por todo o Brasil – principalmente por causa do seu potencial turístico e cultural. 


Praias

Para quem quer esticar a tolha na areia e aproveitar um belo dia de sol com águas claras, Rio das Ostras oferece 15 praias em seus 28 quilômetros de litoral – o turista encontra águas calmas e ideais para banhos, mas, para quem prefere emoções radicais, há praias ideais para esportes aquáticos, como a Praia Costazul – point de surfistas e bodyboarders, de 2 a 3 quilômetros de extensão. Na orla, os visitantes têm acesso a ciclovia, academia de ginástica ao ar livre, quiosques, playgrounds e área de restinga. Outra opção é a Praia do Bosque, que oferece grande faixa de areia, perfeita para a prática de atividades esportivas, como vôlei de praia.

Já a Praia do Centro é um atrativo para quem procura águas mais tranquilas, com calçadão, coqueiros, amendoeiras e figueiras. Outra opção é a Praia das Areias Negras, que oferece pequenas piscinas naturais perfeitas para o banho. A Boca da Barra é uma boa sugestão para as crianças pelas águas calmas, já que o mar se encontra com o Rio das Ostras. Para quem é adepto da preservação ambiental, a Praia da Joana é perfeita, já que abriga o Monumento Natural dos Costões Rochosos, assim como a da Tartaruga – que ganhou o nome pela constante presença de tartarugas. E, para apreciar o pôr do sol, a Praia do Cemitério é a mais concorrida, e ainda fica pertinho do centro. 


O que fazer?

Rio das Ostras oferece muito mais do que belas praias, mas também atrativos culturais. A Casa de Cultura Bento Costa Junio, considerada uma das mais antigas construções de Rio das Ostras, guarda em seu interior histórias significativas de uma pequena vila de pescadores. Em seu salão de exposições, são realizadas exposições de artistas plásticos dos mais variados estilos. O Museu De Sítio Arqueológico Sambaqui Da Tarioba possui uma área escavada com restos de esqueletos e exposição de objetos de adorno, ostras gigantes, conchas, pedras (batedores e quebra-coquinhos), que caracterizam a ocupação de uma antiga civilização estimada entre 4 mil anos. Já a Praça do Trem encanta os visitantes por ser uma réplica de uma estação de trem, com direito a Maria-fumaça.

Um dos grandes destaques de Rio das Ostras é o Pier do Emissário Submarino de Costazul. O local avança 200 metros para dentro da praia, e, além de permitir a observação de uma linda paisagem, é o novo ponto para pesca de caniço. É ideal para aproveitar o nascer do sol e admirar toda orla da praia de Costazul vista por um ângulo privilegiado. A Praça da Baleia também é bem conhecida. A área de lazer abriga a escultura de uma Baleia Jubarte com 20 metros de comprimento de estrutura metálica, recoberta com chapas de bronze e liga de latão. 

Em se  tratando de conservação ambiental, uma boa opção é O Parque Natural Municipal dos Pássaros, que objetiva preservar um conjunto de áreas que servem de abrigo para a reprodução de espécies de pássaros ameaçadas de extinção. Nele, os visitantes podem observar os pássaros, outras espécies e a vegetação característica da restinga, ao percorrer suas trilhas ecológicas. O Parque também conta com um dos maiores viveiros conservacionistas do Brasil. O Monumento Natural dos Costões Rochosos também é uma boa opção. A extensa faixa de rochas, compreendida entre a Praia da Joana e a Praça da Baleia, foi transformada em reserva ecológica pela prefeitura, e possui grande riqueza de fauna e flora – além de uma bela vista do nascer do sol.

Rio das Ostras também abriga grandes eventos. O Encontro Internacional de Motociclistas – Ostrascycle é um dos que mais movimenta a economia do município. De acordo com o site da Prefeitura de Rio das Ostras, o último evento contou com a participação de 30 mil pessoas, e foram registradas a participação de 600 motoclubes do Brasil e exterior.  O Rio das Ostras Jazz & Blues Festival é outro evento de destaque, sendo apontado pelos críticos como um dos melhores festivais do gênero da América Latina. Uma seleção dos melhores instrumentistas e intérpretes da atualidade se apresenta nos palcos ao ar livre montados na Praça São Pedro, Lagoa do Iriry e na Cidade do Jazz & Blues, em Costazul. E o melhor: os shows são gratuitos e todos têm acesso às apresentações.

Quem visita Rio das Ostras encontra uma prestação de serviços eficiente. Cerca de 65 hotéis e pousadas oferecem mais de 2.500 leitos. Além disso, seja no Centro ou na orla dos bairros, a cidade convida para bons momentos com o melhor da gastronomia regional, oferecido por bares, restaurantes, sorveterias, pizzarias e quiosques. Inclusive, no mês de novembro, ocorre o Festival de Frutos do Mar. O evento conta com uma nova proposta: a degustação dos pratos nos próprios restaurantes. Cada restaurante participante cria um prato inédito para participar do Concurso de Gastronomia do festival. O evento ainda conta com workshops gratuitos de chefs renomado. 

*Integrante do programa de estágio do jornal O HOJE sob orientação 

da editora Flávia Popov 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)